Bolsas

Câmbio

Comércio de SP cortou 60 mil empregos com carteira em 2015, diz entidade

Do UOL, em São Paulo

  • Junior Lago/UOL

O comércio varejista em São Paulo cortou 60.441 vagas de trabalho com carteira assinada no ano passado, segundo pesquisa da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

No total, foram 1,07 milhão de demissões contra 1,01 milhão de contratações no ano passado. 

Foi o primeiro ano com queda nos empregos desde que a pesquisa começou a ser feita, em 2007.

A Federação afirma que 2016 será "mais um ano difícil para o mercado de trabalho do setor", com mais aumento do desemprego.

Considerando o número total de pessoas empregadas no comércio paulista, houve uma queda de 2,8% em relação a 2014, para 2,13 milhões. É o mesmo nível de agosto de 2013, segundo a entidade.

Temporários não foram efetivados

Apenas em dezembro, segundo a FecomercioSP, foram cortadas 12,2 mil vagas de emprego.

Como em novembro haviam sido criadas 13,7 mil vagas, a federação calcula que poucos temporários contratados para o período do Natal acabaram sendo efetivados. 

Sete de nove atividades têm queda

Entre as nove atividades pesquisadas em dezembro, sete apresentaram queda no total de empregos na comparação com o mesmo mês de 2014.

Concessionárias de veículos (-8,2%) e lojas de vestuário, tecido e calçados (-7,1%) foram os que tiveram maior queda.

Os únicos setores que criaram empregos foram os de farmácias e perfumarias (2,3%) e de supermercados (0,9%).

A pesquisa da FecomercioSP é realizada mensalmente e usa dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho. O Ministério divulgou que o Brasil perdeu 1,5 milhão de vagas de emprego com carteira assinada em 2015.

Mercado de trabalho tem o pior resultado em 24 anos

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos