PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Empregos e carreiras

Está despreparado? Veja dicas para não 'fazer a Gloria' no trabalho

Do UOL, em São Paulo

01/03/2016 13h30

A participação da atriz Gloria Pires na transmissão do Oscar pela TV Globo foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais desde o último domingo.

Mauricio Stycer, crítico de televisão do UOL, avaliou a escalação da atriz como um "desastre", e disse que ela mostrou não dominar o assunto e falta de disposição para fazer comentários.

Como os internautas não deixam passar nada, algumas frases ditas por ela foram eternizadas em memes e piadas, como "bacana", "não assisti" e “não sou capaz de opinar”. Surgiu até a expressão "fazer a Gloria", para quem tem a mesma atitude da atriz.

Em vídeo postado em sua página no Facebook no dia seguinte à transmissão, Gloria Pires afirmou que assistiu à maioria dos filmes e que recebeu o convite de amigos para participar.

“Aceitei com o maior prazer, rodeada por pessoas que realmente entendem disso, que são comentaristas. O que não é o meu caso. Eu sou uma atriz, dando a minha opinião, como se eu estivesse na minha casa, com os meus amigos”, disse na mensagem.

Ser escalado para uma apresentação, reunião ou projeto que não domina completamente, e com pouco tempo para se preparar, pode ser algo comum na vida profissional, em qualquer área. Sem contar a falta de interesse, que também pode acontecer.

O UOL conversou com o consultor Christian Barbosa, especialista em gerenciamento de tempo e produtividade, e com a coach Liamar Fernandes, da Sociedade Brasileira de Coaching.

Eles apontaram o que o profissional deve fazer, quando se vê nessa situação.

Reconheça seus limites

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2016/carreira---gloria2-1456847469960.vm')

A coach Liamar Fernandes diz que, primeiro, é necessário se perguntar:

  • Tenho capacidade para cumprir a tarefa?
  • O prazo dado é suficiente para me preparar?

Se as respostas forem "não", então é melhor negar a proposta, porque o risco de sair queimado é grande. "Seu nome está em jogo, sua imagem, que demora anos para construir", afirma a coach.
 
Essa também é a opinião de Christian Barbosa "É melhor cancelar do que pagar mico. Vide efeito Gloria Pires", diz. O mesmo vale para quando não se tem disposição ou interesse em algo. 

Negocie

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2016/carreira---gloria1-1456847415465.vm')

Os especialistas afirmam que também é importante negociar. Primeiro, tentando ampliar o prazo para se preparar, sugere Liamar Fernandes.

Além disso, é preciso estabelecer prioridades. Durante o tempo de preparação e estudo, terá de deixar de lado outros projetos, para manter seu foco. E isso é algo a ser negociado com o chefe.

Outra possibilidade, segundo Christian Barbosa, é indicar um colega que julga estar mais qualificado para a tarefa.

Liamar Fernandes diz que não é necessário ter medo da concorrência interna, nesse caso. Ela aconselha a pedir ao chefe para acompanhar o trabalho do colega indicado. Isso mostra humildade, disposição para aprender, e que você estará apto para a tarefa em uma nova oportunidade.

Procure um mentor

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2016/carreira---gloria3-1456847499694.vm')

Se você tem poucos dias de preparação para um trabalho importante, Liamar Fernandes aconselha a procurar um mentor, um profissional que domina o assunto, e fazer um trabalho intensivo com ele. Esse tipo de profissional, além de mostrar erros e acertos, ajuda a traçar estratégias de preparação.

Claro que, em casos assim, você terá que pagar o mentor, mas ela diz que vale a pena. "As pessoas investem pouco em si. Pensam em curto prazo, não têm visão estratégica."

Reduza o conteúdo

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2016/carreira---gloria4-1456847590279.vm')

Se você não tem tempo ou condições para dominar todo o assunto para uma apresentação, por exemplo, selecione e trabalhe cinco ou seis pontos mais importantes. Como as condições não são ideais, nesse caso o melhor é condensar o material e fazer uma apresentação clara e com sentido.

"O ótimo é inimigo do bom. Às vezes uma apresentação boa atende a necessidade", afirma Barbosa.

Procure recursos diferentes

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2016/carreira---gloria5-1456847691272.vm')

A internet proporciona métodos e caminhos diversos para achar informações sobre um assunto. Christian Barbosa recomenda assistir a vídeos de especialistas sobre o tema, um método mais rápido.

Ele conta que já usou um aplicativo que baixa apenas o áudio de vídeos do Youtube para o celular, e foi escutando o conteúdo de uma palestra no carro, em uma viagem de Santos, no litoral paulista, a São Paulo, para ganhar tempo. 

Empregos e carreiras