PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Empregos e carreiras

Província do Canadá tem 200 vagas de emprego; preferência é de brasileiros

A cidade de Québec (foto) é um dos polos econômicos da província de Québec, no Canadá - Divulgação
A cidade de Québec (foto) é um dos polos econômicos da província de Québec, no Canadá Imagem: Divulgação

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/09/2021 04h00

A agência Québec International está recrutando profissionais da América Latina para trabalhar na província de Québec, no Canadá. São cerca de 200 vagas nas áreas de tecnologia da informação, saúde, indústria e manufatura. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site Quebec na Cabeça até 27 de setembro.

As empresas dão preferência a profissionais brasileiros, de acordo com a agência Québec International. As entrevistas são em francês.

Há vagas para enfermeiros, programadores, desenvolvedores, engenheiros de automatização industrial, eletromecânicos, operadores de máquinas, soldadores e mecânicos industriais, entre outros.

São mais de 50 empresas canadenses oferecendo vagas, entre elas Recrutement Santé Québec, Vaillancourt Portes et Fenêtres, Industries Granby, Métal Laurentide, Tole Inox, Bonduelle Canada e EBI Electric, entre outras.

Os salários são negociados diretamente com as empresas, mas os valores não foram divulgados —são compatíveis com o mercado de trabalho canadense.

Como consultar as vagas e se inscrever

Para consultar em português informações sobre as vagas de emprego, os interessados devem entrar no site Quebec na Cabeça. De lá, eles serão direcionados à plataforma das Journées Québec, onde devem criar um perfil e se candidatar à vaga que deseja.

Algumas vagas exigem o mínimo de dois anos de experiência profissional e formação acadêmica na área.

Entrevistas são em francês

No processo seletivo, as entrevistas, em francês, com os gestores de empresas serão realizadas entre 25 de outubro e 5 de novembro. Os candidatos selecionados receberão o convite por email.

Se for recrutado, o profissional irá assinar contrato de trabalho temporário, que pode variar de um a três anos de duração. Nesse período, ele pode fazer, de graça, cursos online de francês disponibilizados pelo Ministério da Imigração.

PUBLICIDADE

Empregos e carreiras