PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Empregos e carreiras

China tem 120 bolsas para a Universidade de Pequim, com aulas em inglês

Do Estudar Fora*

19/09/2021 04h00

A Universidade de Pequim, eleita pelo QS Ranking como a 18ª melhor do mundo, está com inscrições abertas para bolsas de mestrado integrais na Yenching Academy. O programa é oferecido em inglês e tem como foco a interdisciplinaridade e o estreitamento de laços com a cultura chinesa.

De acordo com o site da Yenching Academy, os bolsistas têm "flexibilidade para planejar os programas de estudos e podem escolher cursos de qualquer uma das seis áreas de pesquisa" oferecidas. Em média, 120 estudantes de todo o mundo são aprovados para as bolsas e cerca de 80% do corpo discente é internacional.

Principal economia em ascensão

A economia chinesa tem atraído cada vez mais atenção internacional devido à rápida expansão. Nos próximos anos, o país deve assumir o posto de maior economia mundial e passar os Estados Unidos.

O setor de educação, desde o ensino básico até o superior, foi um dos que mais recebeu investimentos nas últimas décadas. Hoje, o país atrai quase um milhão de intercambistas anualmente e possui duas universidades entre as 20 melhores do mundo.

Como funcionam as Yenching Scholars

As bolsas de estudo cobrem as taxas universitárias, despesas com moradia e viagem e incluem auxílio financeiro mensal para gastos do dia a dia. Para se inscrever, é necessário:

  • Apresentar um diploma de bacharelado ou graduação
  • Ter bom desempenho acadêmico
  • Ter interesse em estudar a China com um olhar interdisciplinar
  • Comprovar histórico de: atividades extracurriculares, engajamento social, responsabilidade social e potencial de liderança
  • Ter proficiência em inglês.

Mais informações sobre as Yenching Academy neste link.

Como se candidatar

Para se inscrever, os candidatos devem acessar o portal online de application (disponível aqui), criar uma conta na seção de admissões, preencher um formulário e enviar os seguintes materiais em inglês:

  • Apresentação pessoal com, no máximo, 750 palavras
  • Apresentação da pesquisa de interesse com, no máximo, 1.500 palavras (sem contar as citações)
  • Currículo
  • Transcrições oficiais
  • Diplomas e certificados
  • Duas cartas de recomendação (como pedir, a quem pedir, e o que ela deve conter);
  • Comprovante de proficiência em inglês (IELTS acadêmico acima de 7.0; TOEFL (iBT) acima de 100; Cambridge English (Advanced) acima de 185; CET 6 acima de 600).
  • Os testes do TOEFL e IELTS devem ser emitidos após 1 de setembro de 2020.

*O texto "120 bolsas integrais de mestrado em inglês na Universidade de Pequim" foi publicado originalmente no portal Estudar Fora, da Fundação Estudar.

PUBLICIDADE

Empregos e carreiras