O que esperar do 'Enem dos Concursos'? Editais saem nesta quarta

O Concurso Nacional Unificado poderá somar até 5 milhões de inscritos. A estimativa é do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI). O "Enem dos concursos" trará ainda oito editais que vão ser divididos por blocos temáticos.

O que se sabe sobre o Concurso Nacional Unificado

Estamos trabalhando com um número total de inscritos de 3 milhões, mas podemos chegar a 5 milhões porque há muito tempo a administração pública federal não realiza concurso. São mais de seis mil vagas, sendo recebidas de uma só vez para vários órgãos
Regina Camargos, secretária-adjunta de Gestão de Pessoas do MGI

  • O edital completo será divulgado em 10 de janeiro;
  • As inscrições poderão ser feitas do dia 19 de janeiro a 9 de fevereiro;
  • Serão 21 órgãos públicos reunidos em oito editais (divididos por blocos temáticos);
  • As provas vão acontecer no dia 5 de maio e serão em um único dia (manhã e tarde);
  • São 6.640 vagas em 21 órgãos públicos;
  • As provas serão aplicadas em 217 cidades; veja a lista;
  • A divulgação dos resultados está prevista para o final de julho de 2024;
  • A convocação para posse e cursos de formação acontecerá no dia 5 de agosto;
  • O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos é o órgão que oferece mais vagas: 1.480 (veja a relação completa abaixo);
  • O auditor fiscal do trabalho é o posto com mais oportunidades: 900 vagas (Ministério do Trabalho e Emprego);
  • O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é o órgão que traz mais oportunidades para candidatos de nível médio, com 300 vagas.

O Concurso Unificado trará ao candidato duas provas em um único dia: uma tratando de conhecimentos gerais, que será realizada pela manhã, e outra tratando de conhecimentos específicos, à tarde —incluindo redação.

No turno da manhã, os candidatos farão provas objetivas: matemática, conhecimentos gerais, raciocínio lógico. Na parte da tarde, os candidatos farão provas de natureza específica relacionadas às políticas públicas, relacionadas à área de atuação para qual vão prestar a prova
Regina Camargos, do MGI.

A Cesgranrio foi a banca escolhida para o Concurso Nacional Unificado e superou as propostas de outras empresas como Cespe e FGV. O diretor pedagógico da Degrau Cultural, Marco Brito, explica o que esperar da prova.

É uma banca [Cesgranrio] que não tem muitas pegadinhas. Ela costuma explorar bastante o edital, não foca apenas em um ou dois temas. É aquele tipo de questão: ou o candidato sabe ou o candidato não sabe. Não tem meio termo. É bem objetiva neste sentido
Marco Brito

O Concurso Nacional Unificado trará as informações na divulgação do seu edital, previsto para o dia 10 de janeiro. Ao todo serão oito editais divididos por blocos temáticos.

Continua após a publicidade

Serão 21 órgãos reunidos em torno de oito editais. A vantagem é que o candidato fará apenas uma inscrição. O pagamento será de uma só inscrição, ele poderá fazer o concurso para vários órgãos, a depender da área temática que escolher. A matrícula vai ser feita por área temática, com a qual o candidato tenha mais utilidade
Regina Camargos, secretária-adjunta de Gestão de Pessoas do MGI

Não há uma periodicidade definida para a realização do Concurso Unificado. Ainda segundo Camargos, a prova é vista pelo governo como "uma experiência piloto" e "vai precisar de uma avaliação muito vigorosa, muito criteriosa". "A gente quer ter uma avaliação da logística, uma avaliação técnica, uma avaliação pedagógica e até mesmo jurídica. Nós também temos que ter orçamento", completou.

Previsão do calendário do Concurso Nacional Unificado

  • Publicação do edital: 10/01/2024;
  • Inscrições: 19/01 a 09/02/2024;
  • Divulgação dos dados finais de inscrições: 29/02/2024;
  • Divulgação dos cartões de confirmação: 29/04/2024;
  • Aplicação das provas: 05/05/2024;
  • Divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redação: 03/06/2024;
  • Divulgação final dos resultados: 30/07/2024;
  • Início da convocação para posse e cursos de formação: 05/08/2024

Número de vagas por órgão no Concurso Nacional Unificado

  • Ministério da Agricultura e Pecuária e Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia): 520;
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação: 296;
  • Ministério da Cultura: 50
  • Ministério da Educação: 70;
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos: 1480 vagas;
  • Ministério da Saúde: 220;
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços: 110;
  • Ministério dos Direitos Humanos: 40;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública: 130;
  • Ministério do Planejamento e Orçamento: 60;
  • Ministério dos Povos Indígenas: 30;
  • Ministério do Trabalho e Emprego: 900;
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários: 30;
  • AGU (Advocacia-Geral da União): 400;
  • Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica): 40;
  • ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar): 310;
  • Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas): 502;
  • IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): 620;
  • Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária): 742;
  • Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira): 50
  • Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar): 40;
  • Total: 6640

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes