Bolsas

Câmbio

Dicionário financeiro

T

Take over

Expressão que indica o controle acionário de uma empresa por outra, através de operação realizada na bolsa de valores.

Tax heaven

Paraíso fiscal. Cidade ou país que não cobra impostos ou tem taxas muito baixas.

Taxa Básica do Banco Central - TBC

Taxa Básica do Banco Central (TBC), criada para mudar a forma de controle dos juros no mercado aberto adotanto a estratégia de apenas sinalizar o patamar mínimo de juros, deixando que os bancos ajustem entre si as taxas do dia em função da liquidez do mercado. Serve de parâmetro para as intervenções diárias das Autoridades Monetárias (AM) no mercado, além de corrigir todos os empréstimos de redesconto concedidos às instituições financeiras dentro do valor-base e desde que com garantias em títulos públicos federais livres, e, desta forma, ajuda a balizar o custo do financiamento diário das carteiras de títulos públicos. Seu valor é mensal e determinado pelo COPOM ao final do mês anterior ao de sua vigência

Taxa Básica Financeira - TBF

Taxa Básica Financeira (TBF), criada em 29/07/1995 pelo CMN. Para o cálculo é utilizado uma amostra das 30 maiores Instituições Financeiras do país, a partir da remuneração mensal média dos CDB?s e RDB?s no prazo de 30 a 35 dias. É uma espécie de TR mas sem o redutor. Tem por finalidade remunerar um novo tipo de caderneta de poupança com prazo mínimo de 90 dias criada pelo Governo dentro de um processo de desindexação. É um índice diário, divulado pelo Banco Central com a cotação em % no período.

Taxa de administração

Taxa cobrada pelas instituições financeiras ou administradores de carteiras de ações, a título de remuneração pela gestão de fundos, clubes e outras modalidades de investimento. Taxa de administração representa a remuneração do gestor.

Taxa de Assistência do Banco Central - TBAN

É uma taxa de assistência do Banco Central que funciona como uma taxa-teto de referência para o mercado. Criada para estabelecer, junto com a TBC, os limites de custo dos recursos concedidos aos bancos no sistema de redesconto. A Tban será o parâmetro de juros sempre que forem sacados no redesconto valores acima do valor-base, ou então, forem dadas, pelas intituições financeiras, garantias diferentes dos títulos públicos federais livres.

Taxa de desempenho / performance

Taxa cobrada pelas instituições financeiras ou administradores se forem atingidas determinadas metas de rentabilidade previamente acordadas com o investidor. A taxa é calculada com base na diferença entre a rentabilidade e essa meta de desempenho pré-estabelecida. É mais comum em fundos de maior risco.

Taxa de desemprego

Nas pesquisas de emprego/desemprego são consideradas várias subdivisões da população: o total da população residente no local da pesquisa o total de pessoas que estão trabalhando - seja como empregados, autônomos ou como empregadores - que é chamada de população "ocupada" e, ainda, a parcela da população que está desocupada - ou seja, que está a procura de algum tipo de ocupação, seja ela formal ou não. Todas as pesquisas nesta área estabelecem critérios para limitar a população que julgam qualificadas a assumir algum tipo de ocupação - em geral uma idade mínima. Assim, sob este critério, a junção da população ocupada e desocupada compõe a chamada "População Economicamente Ativa" (PEA). A taxa de desemprego aberto é aquela que relaciona o número de pessoas desocupadas, procurando trabalho na época da pesquisa, e a PEA. Na pesquisa mensal de emprego do IBGE, a população focada é a de idade igual ou superior a quinze anos, e a amostra da pesquisa se circunscreve a seis regiões metropolitanas: Recife, Salvador, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre.

Taxa de Juros

É o custo do dinheiro no mercado. O BACEN é o órgão regulador da política de juros. Quando a taxa de juros está alta é sinônimo de falta de dinheiro no mercado. Ao contrário, quando está baixa, é porque está sobrando dinheiro no mercado. A taxa de juros

Taxa de Juros de Longo Prazo - TJLP

Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), definida em novembro de 1994 pelo CMN, sua finalidade é de estimular os investimentos nos setores de infra-estrutura e consumo e, ao mesmo tempo, ajudar a inverter a curva de rendimento que até 1994 sempre privilegiou os investimentos de curto prazo com juros maiores. Seu cálculo é feito a partir da média ponderada de títulos da dívida externa federal com peso de 75% no máximo, e títulos da dívida pública mobiliária interna federal, com peso de 25% no máximo.

Taxa pós-fixada

Taxa de remuneração a ser paga em virtude de aplicação em determinado ativo, que será divulgada apenas no vencimento da aplicação.

Taxa prefixada

Taxa de remuneração estabelecida com antecedência, a ser paga em virtude da aplicação em determinado ativo.

Taxa Referencial - TR

Criada no Plano Collor II, destinada a ser uma taxa básica referencial dos juros a serem praticados no mês iniciado e não como um índice que refletisse a inflação do mês anterior. Ela deveria funcionar como uma Libor ou Prime Rate. Ë utilizada como taxa média de remuneração dos CDBs mensais e prefixados, praticada entre 30 bancos selecionados. Como a TR serve também para financiar imóveis, esta média é ajustada por um redutor de forma a adequá-la ao custo do Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

Taxa SELIC

É a taxa que reflete o custo do dinheiro para empréstimos bancários, com base na remuneração dos títulos públicos. Também é conhecida como taxa média do over que regula diariamente as operações interbancárias.

Technical Analysis

Metodologia que se baseia nos gráficos de preços das ações e volumes negociados. O analista técnico, ou "grafista", baseia-se no princípio de que os preços se movem em tendências persistentes ao longo do tempo. Uma vez determinada a tendência, é possivel saber qual o melhor momento para comprar ou vender uma ação.

Título da Dívida Externa ou Bradies

Brandies são os nomes dos títulos que foram emitidos, a partit de 1994, por países emergentes na renegociação de suas dívidas externas no âmbito do Plano Brady. Esses títulos são colocados à disposição dos credores internacionais das dívidas soberanas no processo de reestruturação das parcelas vencidas e não paga. Os bradies brasileiros apresentam grande liquidez, sendo os títulos de mercado emergente mais negociados nos Estados Unidos. Por isso, seus preços são considerados como referência para o apetite a risco dos investidores americanos.

Título de Desenvolvimento Econômico - TDE

Título emitido por Banco Múltiplo com carteiras de investimentos ou desenvolvimento, Bancos de Investimento e Bancos de Desenvolvimento. Têm a finalidade de canalizar recursos para os projetos de desenvolvimento credenciados pelo Programa de Fomento à Competitividade Industrial (PFCI). É componente obrigatório das carteiras dos Fundos de Aplicação Financeira.

Título patrimonial da bolsa

Desde que autorizada pelo Banco Central do Brasil, no qual deverá previamente se registrar, a sociedade corretora deverá adquirir um título patrimonial da bolsa de valores em que desejar ingressar como membro.

Título privado

Título de Crédito emitido por sociedade anônima ou instituição financeira autorizada pelo Banco Central.

Título público

Título de Crédito emitido pelos Governos Federal, Estadual e Municipal, com o objetivo de proporcionar a cobertura de déficits orçamentários e investimentos em obras públicas, além de permitir o exercício do poder regulador sobre o mercado financeiro.

Títulos

São papéis vendidos pelos governos ou empresas ao mercado financeiro para obter recursos financeiros. Um título é como se fosse um contrato de empréstimo no qual o tomador do recurso faz uma promessa de pagamento, à ordem da importância emprestada, acrescida de juros convencionais (estipulados no contrato), caso este título seja prefixado, e dos juros mais correção monetária, caso seja pós-fixado.

Títulos do BACEN

Emitidos com o objetivo de fazer política monetária, ou seja, controlar o volume de dinheiro em circulação no sistema financeiro.

Anterior Próxima

UOL Cursos Online

Todos os cursos