IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Qual moeda levar para o Canadá? Veja dicas e entenda o que é melhor

Divulgação
Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • O Canadá, um dos destinos mais procurados por brasileiros, usa dólar canadense
  • Saiba se deve levar real para o Canadá ou trocar a moeda no Brasil
  • Caso você já tenha dólar americano, veja qual a melhor opção
  • Cartão pré-pago pode ser uma boa alternativa

O Canadá é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros para trabalhar e estudar. Uma dúvida comum de quem vai para lá é: qual é a melhor moeda para levar?

O país usa o dólar canadense, que tem uma cotação mais barata que a do dólar americano (faça a conversão aqui no UOL Economi para saber a cotação do dólar canadense agora). Tire a seguir algumas dúvidas sobre a moeda e como cuidar das despesas no Canadá.

Devo levar real para o Canadá ou trocar a moeda no Brasil?

A melhor opção é trocar a moeda no Brasil, porque as taxas de compra do real no Canadá não são vantajosas. O real não tem grande demanda no Canadá, o que significa que as casas de câmbio que comprarem suas notas provavelmente ficarão com elas em estoque por um longo tempo.

Caso você já tenha dólar americano: é melhor comprar dólar canadense no Brasil ou no Canadá?

De acordo com a plataforma MeuCâmbio, é mais econômico levar o dólar americano para trocar por dólares canadenses no Canadá, porque se trocar aqui no Brasil, primeiro precisa converter os dólares americanos em reais, para depois converter os reais em dólares canadenses. Cada vez que trocamos moeda, perdemos dinheiro, porque a casa de câmbio nos paga menos na compra do que cobra na venda. No Canadá, você fará somente uma conversão.

Como funciona a cotação do dólar canadense?

O dólar canadense turismo tem por base o dólar canadense negociado no mercado financeiro. Devido aos custos de transporte, seguro e estoque, entre outros, a cotação do turismo é superior à cotação comercial.

Cartão pré-pago é uma boa opção para quem vai fazer intercâmbio?

Sim. O cartão pré-pago é o mais indicado para viagens de longa duração ou para jovens viajantes. A principal vantagem do cartão é a segurança, pois, em caso de perda, ele pode ser reposto no exterior, o que não ocorre com a moeda em espécie, que, uma vez perdida, não pode ser recuperada.

Outro ponto positivo é a possibilidade de realizar recargas à distância.

Fonte consultada para esta matéria: Mathias Fischer, diretor de Estratégia e Inovação da MeuCâmbio, plataforma de negociação de moedas estrangeiras,

(Reportagem: Bruna Alves; edição: Armando Pereira Filho)

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Saiba como se preparar para um intercâmbio

TV Jornal

Economia