PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Finanças pessoais

Investimento seguro é opção até fora da crise, diz guru de "Cisne Negro"

João José Oliveira

do UOL, em São Paulo

17/07/2020 12h16

Resumo da notícia

  • Nassim Nicholas Taleb defende ativos seguros, como ouro, como parte nas carteiras dos aplicadores
  • Matemático libanês e investidor ficou famoso por seu livro "A Lógica do Cisne Negro"
  • Para ele, é impossível tentar prever o futuro; então, é bom sempre se precaver

Um dos investidores mais famosos do mercado hoje recomendou ativos considerados mais seguros, como ouro e dólar, para estar no cardápio dos aplicadores não apenas durante crises, mas como opções de longo prazo. Essa é a receita de Nassim Nicholas Taleb, matemático libanês e analista de riscos que ganhou notoriedade com o livro "A Lógica do Cisne Negro", no qual diz que é impossível tentar prever o futuro.

Participando do evento online Expert, promovido pela XP Investimentos, o também presidente da empresa de investimentos Empírica afirmou que o que conhecemos é muito menor em relação ao que não conhecemos. Segundo ele, como os eventos são imprevisíveis, as pessoas precisam ter nas carteiras de investimento ativos que funcionem como proteção.

Combinados com investimentos mais agressivos, diz Taleb, esses ativos ajudam a reduzir perdas e a volatilidade da carteira do aplicador, em especial olhando o longo prazo. "Dessa forma, eu não tenho que ser muito bom em previsões. Se eu for apenas mais ou menos bom em previsões, já terei sucesso nos investimentos", disse Taleb.

Tipo de empresas preferidas na Bolsa

Sobre investimentos em Bolsa, o matemático disse que prefere ações de empresas que mostram no balanço uma maior capacidade de atravessar momentos de crise às de companhias que tenham maior potencial de lucro.

Crise do coronavírus poderia ter sido evitada

Para Taleb, a pandemia do novo coronavírus não pode ser considerado tecnicamente como Cisne Negro —termo para descrever eventos absolutamente inesperados que afetam a economia.

Taleb também disse que os governos poderiam ter evitado o alto nível de contágio da pandemia com medidas simples —por exemplo, determinando o uso de máscaras desde o começo do problema— e, assim, diminuído o impacto da doença sobre a economia.

Finanças pessoais