5º lote da restituição do IRPF: quando será liberada consulta e pago?

Na última quinta-feira (31), a Receita Federal efetuou o pagamento do quarto lote de restituições do Imposto de Renda 2023 e, agora, se prepara para liberar a quinta rodada de repasses. Os contribuintes poderão consultar se estão inclusos na lista a partir do dia 22 de setembro, uma semana antes da data prevista para o pagamento.

Para verificar se você está entre os beneficiários do quinto lote, basta acessar o site oficial da Receita Federal no endereço: https://www.restituicao.receita.fazenda.gov.br/.

Como o 5º lote de restituições é o último do IRPF neste ano, se a consulta indicar "em fila de restituição", há uma alta probabilidade de que você receba o valor em setembro.

Além disso, os contribuintes têm a opção de realizar uma consulta completa sobre a situação da declaração e verificar se existem pendências. Essa verificação pode ser feita através do extrato de processamento no sistema e-CAC, que também informará a natureza da pendência e quaisquer informações incorretas.

O pagamento das restituições está agendado para o dia 29 de setembro, diretamente na conta bancária indicada durante a declaração. Caso ocorra algum imprevisto que impossibilite o crédito, os contribuintes têm a facilidade de reagendar o pagamento de forma rápida e simples por meio do Portal BB.

A ação pode ser realizada acessando o link: https://www.bb.com.br/irpf, ou entrando em contato com a Central de Relacionamento BB pelos números 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (outras localidades) e 0800-729-0088 (telefone exclusivo para deficientes auditivos).

Calendário de pagamento das restituições do IRPF

  • 1º lote: 31 de maio (4.129.925 contribuintes; já pago);
  • 2º lote: 30 de junho (5.138.476 contribuintes; já pago);
  • 3º lote: 31 de julho (5.632.036 contribuintes; já pago);
  • 4º lote: 31 de agosto (6.118.310 contribuintes; já pago);
  • 5º lote: 29 de setembro

Critérios de prioridade para recebimento da restituição

  • Idosos acima de 80 anos;
  • Idosos com idade igual ou superior a 60 anos;
  • Contribuintes com deficiência física, mental ou moléstia grave;
  • Contribuintes cuja principal fonte de renda seja o magistério;
  • Utilização da declaração pré-preenchida e/ou opção por receber a restituição via Pix;
  • Demais contribuintes.

Deixe seu comentário

Só para assinantes