PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

As contas não fecham? 10 opções para ganhar uma grana extra no fim de ano

Patrícia Büll

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/12/2017 04h00

Final do ano normalmente é visto como uma época em que as despesas aumentam por causa de presentes, festas e férias, mas, na mesma medida, também traz oportunidade de ganhar dinheiro. E isso não vale só para quem está desempregado, mas também para quem tem trabalho, mas precisa de uma renda extra.

"Além dos tradicionais trabalhos temporários, a pessoa pode usar uma habilidade pessoal para conseguir ampliar o caixa", diz a planejadora financeira Rejane Tamoto. Por exemplo, se você faz trabalhos manuais, pode oferecer brindes de final de ano. 

Também é possível "turbinar" a renda no próprio emprego --por exemplo se oferecendo para fazer hora extra, diz Diego Jorge, da DSOP Educação Financeira. Outra opção é aproveitar o trabalho intermitente, criado com a reforma trabalhista, e buscar uma vaga apenas nos fins de semana ou no horário estendido das lojas.

Veja dez sugestões listadas pelos dois especialistas e pelo professor de Estratégia do Insper David Kallás.

  • Cozinhar

    Quem tem habilidade na cozinha pode aproveitar esta época para preparar refeições completas ou salgados e doces para serem vendidos individualmente. Vale oferecer para conhecidos e até no trabalho. Leia mais

  • Fazer brindes corporativos ou presentes

    O hobby do artesanato pode ser usado para preparar brindes ou lembrancinhas que fogem do lugar comum. "Comece oferecendo aos conhecidos. É mais fácil convencer quem já conhece a adquirir algo feito por você", diz Diego Jorge, da DSOP Educação Financeira.

  • Vender o que não usa mais

    Faça um diagnóstico dos itens que possui em casa, mas que têm pouca utilidade e que você poderia vender. Eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, móveis, livros e até mesmo roupas, sapatos e brinquedos podem ser vendidos e gerar uma renda extra. Se preferir, organize um bazar presencial e convide conhecidos. Leia mais

  • Alugar itens

    Prancha de surf, bicicleta, patins, videogame, câmera fotográfica, roupa para formaturas ou bailes. Esses são alguns itens que podem ser alugados por temporada, caso não queira se desfazer deles de vez.

  • Alugar seu imóvel

    Alugar quartos ou a própria casa ou apartamento no período de férias também é uma opção, e não requer investimento. Utilize sites especializados para fazer a oferta. São mais seguros. Leia mais

  • Buscar um trabalho temporário

    Essa opção vale especialmente para estudantes e desempregados. Os shoppings e lojas em geral são sempre opções certas; vale também ser motorista de aplicativos de transporte por tempo determinado. Leia mais

  • Oferecer seus serviços

    Crie opções de serviços para atender as necessidades dessa época, como embrulhar presentes, fazer entregas e passear com animais de estimação. O excesso de compromissos faz com que muita gente opte por "terceirizar" algumas obrigações. Leia mais

  • Cuidar da beleza das pessoas

    Nessa época, é comum as pessoas quererem ficar mais bonitas. Ótima oportunidade para quem tem o dom de cuidar do outro, oferecendo maquiagem e serviços de cabeleireiro em casa, para pessoas próximas.

  • Usar seus conhecimentos

    Para quem não se sente confortável empreendendo, o professor do Insper David Kallás sugere usar o conhecimento formal para oferecer serviços como consultoria e aulas. "Muita gente quer aproveitar o 13º salário para organizar a vida financeira, ou fazer planos para 2018. Quem tem conhecimento de economia, por exemplo, pode ajudar a organizar os gastos, por exemplo", diz.

  • Rever os gastos

    Analise suas despesas e veja se não está gastando com itens que não usa tanto, como telefone fixo e pacote completo de TV a cabo, se passa pouco tempo em casa. "Reduzir esses gastos é uma forma de gerar receita sem assumir novos compromissos e pode ajudar nos gastos extras que virão no começo do ano", diz a planejadora financeira Rejane Tamoto. Leia mais