PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

A taxa de juros subiu! O que você fez depois da notícia pode te prejudicar

Exclusivo para assinantes UOL
Valter Police

Valter Police

Planejador Financeiro CFP(R), é o Head da Academia Fiduc, além de administrador de carteiras registrado na CVM.

05/04/2021 04h00

Tratando de investimentos, todos temos uma característica psicológica que nos impele a "fazer algo", quando uma coisa nova acontece. O dólar caiu, a Bolsa subiu, o nióbio (um tipo de metal) se valorizou, o bitcoin despencou, entre tantas outras notícias que vemos diariamente causam na maioria de nós uma "pulga atrás da orelha" que diz bem baixinho: "preciso rapidamente fazer algo por causa dessa informação".

Isso ocorre porque nosso cérebro evoluiu para nos proteger das ameaças que tínhamos, como tigres dente-de-sabre ou terremotos e, para isso, desenvolveu mecanismos de respostas rápidas que são atalhos mentais (heurísticas) muito úteis em situações de vida ou morte, quando cada fração de segundo conta. No entanto, essas características não apenas não ajudam, como atrapalham bastante quando o assunto são nossos investimentos financeiros.