PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Petrobras, BTG Pactual e Privalia: empresas para ficar de olho hoje

Compra de roupas online: moda sofreu com a pandemia, mas dá sinais de recuperação - Getty Images/iStockphoto
Compra de roupas online: moda sofreu com a pandemia, mas dá sinais de recuperação Imagem: Getty Images/iStockphoto
Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Bevilacqua

06/07/2021 08h48

No Investigando o Mercado de hoje: por que o mercado reagiu negativamente ao aumento no preço da gasolina promovido pela Petrobras (PETR4) e o compromisso do BTG (BPAC11) de ancorar um eventual IPO da Privalia.

O UOL Economia tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

Confira a seguir a análise de Felipe Bevilacqua, analista e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e análises de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimentos. Este conteúdo é exclusivo para os leitores de UOL Economia+. Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Petrobras: reajuste nos preços acende alerta no mercado

A Petrobras (PETR3/PETR4) anunciou ontem (5) reajuste no preço de seus produtos nas refinarias a partir de hoje. A gasolina será vendida a R$ 2,69 e o diesel a R$ 2,81 por litro -aumentos de 6,3% e 3,7% respectivamente.

É o primeiro aumento desde a posse do general Joaquim Silva e Luna como presidente da estatal, há pouco mais de dois meses. Ele ocorre num momento de alta do petróleo e corrige em parte a defasagem de 12% em relação aos preços praticados no exterior.

A alta nos preços internacionais foi pressionada pelos sucessivos adiamentos na reunião da Opep+ para discutir aumento da produção. O encontro, inicialmente agendado para quinta-feira passada (1), havia sido adiado para ontem (5), mas foi cancelado novamente. Não houve acordo entre os membros da organização sobre um possível aumento da produção a partir de agosto.

Apesar de os aumentos serem tecnicamente positivos para a Petrobras, as ações PETR4 e PETR3 tiveram queda de 1,13% e 0,97% respectivamente. Foi uma sinalização clara da preocupação do mercado com uma possível interferência política na estatal. Quanto mais altos os preços, maior o risco de que isso aconteça, abalando a confiança dos investidores nas empresas brasileiras.

A Petrobras reduziu sua alavancagem nos últimos anos, vendendo ativos e reduzindo endividamento para focar na exploração em águas profundas, seu negócio principal. Toda a melhora operacional, porém, pode ser esquecida no caso de nova intervenção na empresa. Esse risco cresce com a aproximação das eleições, porque aumentos nos combustíveis pressionam a inflação e afetam a popularidade do presidente da República.

BTG Pactual será investidor âncora no eventual IPO da Privalia

O BTG Pactual (BPAC11) firmou ontem (5) parceria com a varejista Privalia para a aquisição de 5% do capital da companhia numa eventual oferta de ações. A varejista pediu registro de seu IPO à CVM em fevereiro, mas ainda discute com a realização da oferta com seus acionistas. O acordo com o BTG prevê ainda a possibilidade do banco adquirir mais 5% num prazo entre 18 a 36 meses depois do IPO.

A notícia é positiva, especialmente para a Privalia, caso ela decida realizar o IPO. O interesse em ancorar a oferta manisfestado pelo BTG, uma instituição sólida, passa confiança ao mercado. Para o banco, a notícia é marginalmente positiva. A Privalia faturou R$ 926,3 milhões em 2020, crescimento de 25%. É um investimento interessante, porém relativamente pequeno considerando o tamanho do BTG.

O mercado de moda foi muito afetado negativamente pela pademia de covid-19. Em abril, porém, o grupo Soma (SOMA3) anunciou a aquisição da Hering (HGTX3), sinalizando reaquecimento no setor.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL