PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

B3 busca tecnologia e Petrobras fecha venda: o que esperar para as ações

Bolsa de valores de São Paulo: mais uma parceria em tecnologia - Amanda Perobelli/Reuters
Bolsa de valores de São Paulo: mais uma parceria em tecnologia Imagem: Amanda Perobelli/Reuters
Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Bevilacqua

15/07/2021 08h36

No Investigando o Mercado de hoje, vamos conversar sobre os últimos movimentos realizados pela B3 (B3SA3) para expandir sua atuação e sobre a conclusão da transação entre Petrobras (PETR4) e 3R (RRRP3) envolvendo o Polo Rio Ventura (BA).

O UOL Economia tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

Confira a seguir a análise de Felipe Bevilacqua, analista e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e análises de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimentos. Este conteúdo é exclusivo para os leitores de UOL Economia+. Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

B3 anuncia nova parceria para tecnologia

A B3 anunciou ontem (14) uma parceria estratégica com a PowerOfData, companhia especializada em Data Engineering e Analytics, para o desenvolvimento de soluções de dados.

A parceria combina a PoD Platform, tecnologia proprietária da PowerOfData, com os dados exclusivos do Plug, principal plataforma de dados da Bolsa do Brasil, reunindo informações de todos os mercados administrados pela B3. Com o aporte da tecnologia parceira da PowerofData, será possível entregar o máximo de valor com o mínimo de time-to-market não só para as empresas do sistema financeiro, mas também para outros mercados.

De acordo com a B3, o objetivo é gerar inteligência em big data e analytics para o mercado brasileiro. Tanto o Superintendente de Dados da B3 quanto o CEO da PowerOfData enxergam uma oportunidade de entregar algo inédito ao mercado: dados únicos, que possibilitam aumento de eficiência das empresas e customização de produtos com baixíssimo esforço.

Na última segunda-feira (12), a B3 havia anunciado acordo com a TSF, subsidiária da Totvs. A empresa resultante do acordo com a Totvs se chamará Dimensa, uma provedora de infraestrutura para os novos players do segmento financeiro que incluem de agentes autônomos a varejistas que oferecem conta digital, passando por novos bancos ainda em formação.

A notícia é bastante positiva para a B3 (B3SA3). As duas parcerias mostram que a companhia explora novos caminhos em meio às mudanças no setor financeiro e tem buscado parcerias importantes com foco no desenvolvimento de tecnologia financeira.

Petrobras e 3R Petroleum anunciam mais uma transação

A Petrobras (PETR3/PETR4) e a 3R Petroleum (RRRP3) anunciaram ontem (14), após o fechamento do mercado, a conclusão da aquisição pela 3R do Polo Rio Ventura, na Bahia. O valor total da transação é de US$ 94,2 milhões, ou cerca de R$ 500 milhões considerando o último fechamento do câmbio, a serem liquidados pela 3R em 4 parcelas.

O polo adquirido fica no Recôncavo Baiano e engloba campos terrestres que estavam na lista de desinvestimentos da Petrobras. A produção do primeiro trimestre do polo foi de cerca de 780 barris de óleo por dia (bpd) e 41 mil metros cúbicos de gás natural por dia.

Segundo certificação de reservas de óleo emitidas por consultoria especializada, o campo ainda possui reserva provável de cerca de 24,9 milhões de barris de óleo equivalente (boe), correspondente a mais de 60 anos de produção ininterrupta no ritmo atual.

Enxergamos a transação com impacto positivo para as ações da 3R (RRRP3) no curto prazo, mostrando que as projeções apresentadas ao mercado de escalada efetiva da produção e ampliação de sua base de receita caminham bem. No início da semana, a companhia também completou a aquisição do campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, um ativo localizado em alto-mar, em águas profundas, marcando o início das operações marítimas da companhia.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL