PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Base de clientes do Nubank cresce 62%, mas banco acumula prejuízo

Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Bevilacqua

24/02/2022 09h43

O balanço do quarto trimestre de 2021 do banco digital Nubank, que recentemente abriu seu capital na Bolsa de Nova York, mostrou um avanço importante em clientes, mas continua no prejuízo.

Confira a seguir o comentário de Felipe Bevilacqua, analista e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento, sobre o tema. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e avaliações de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimento. Este conteúdo é acessível para os assinantes do UOL. O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

O Nubank (NYSE: NU), banco digital brasileiro listado na Bolsa de Valores de Nova York, divulgou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2021 na terça-feira (22), após o fechamento do mercado. O banco apresentou números sólidos, especialmente no que diz respeito á expansão de sua base de clientes, mas fechou o trimestre - e o ano - no vermelho.

Em seu primeiro balanço desde a abertura de seu capital nos Estados Unidos, o Nubank reportou uma receita de US$ 635,9 milhões no 4T21, o que corresponde a um crescimento de 224,3% na comparação anual. A receita média mensal por cliente ficou em US$ 5,60, significativamente acima dos US$ 3,30 observados no 4T20.

O principal ponto positivo do balanço foi o forte crescimento da base de clientes do banco, que saltou 61,9% em comparação com o 4T20, totalizando 53,9 milhões de clientes.

No período, o Lucro Bruto totalizou US$ 226,9 milhões, um aumento de 207% na comparação anual. Já no que diz respeito ao resultado líquido, a instituição teve prejuízo de US$ 66,2 milhões no quarto trimestre, número melhor do que o prejuízo de US$ 107,1 milhões reportado um ano antes. No acumulado do ano, o prejuízo líquido da empresa totalizou US$ 165,2 milhões.

Por se tratar de uma empresa cujo valor está no seu potencial de crescimento, que conta ainda com grande adesão pela população mais jovem, espera-se que o mercado se mostre mais tolerante aos resultados negativos apresentados pelo Nubank.

Entretanto, parte dos investidores se mostraram decepcionados com os números apresentados, derrubando as ações da companhia.

No pregão de segunda-feira (21), as ações do Nubank fecharam em queda de 14,55%, cotadas a US$ 7,52.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo estrategista-chefe e sócio-fundador Rafael Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.