PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

2 fundos imobiliários com potencial de valorização, segundo analista

Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

07/07/2021 04h00

A proposta da segunda fase da reforma tributária, que propõe cobrar Imposto de Renda dos dividendos pagos aos acionistas, ainda passará por avaliação no Congresso, mas já deixou os investidores pessimistas, principalmente com investimentos em fundos imobiliários. Segundo especialistas ouvidos pelo UOL Economia+, somente a divulgação da proposta já pressionou para baixo os preços das cotas dos fundos negociadas na Bolsa.

Para o economista Felipe Bevilacqua, analista da Levante Ideias de Investimento, contudo, existem fundos imobiliários com potencial de valorização. Confira abaixo quais são eles, e por que o especialista os recomenda.

Fundo XPML11: retomada pré-pandemia

Acredito que, com o avanço das vacinas no Brasil e a retomada das atividades, os fundos de shoppings possam retomar suas operações a níveis pré-pandemia, fato que irá impactar positivamente o valor de suas cotas e o seu pagamento de proventos.
Felipe Bevilacqua

Segundo o especialista, é esperada uma recuperação do fundo nos próximos meses, conforme a inadimplência e os descontos voltem a patamares mais baixos.

Confira os principais fundamentos da tese de investimento no fundo XPML11, segundo o analista:

- Potencial de valorização: regularização das operações e do valor dos aluguéis visando a médio e curto prazo;
- Retorno em dividendos com a retomada das atividades;
- Gestão profissional;
- Diversificação de inquilinos e localizações geográficas;
- Qualidade dos ativos; e
- Liquidez.

A estratégia é comprar um portfólio premium de shoppings por um preço bem abaixo do seu custo de reposição. Isso porque, com uma grande retomada nas suas operações, existe uma grande possibilidade de valorização dos ativos.
Felipe Bevilacqua

Fundo TEPP11: procura por escritórios deve continuar alta

Com o fechamento dos escritórios, ficou a dúvida se o home office realmente seria abordado no Brasil, já que a maioria das empresas relutou muito em deixar seus funcionários trabalharem remotamente. Logo nas primeiras semanas de quarentena, parecia que a transição do trabalho em escritórios para o home office havia sido um sucesso, mas muitas empresas perceberam que a história realmente não é bem assim.
Felipe Bevilacqua

Para o analista, a grande questão no momento é garantir que os funcionários das empresas possam ter uma volta segura.

Se essa tendência realmente for confirmada, acredito que o mercado de lajes corporativas será pouco afetado, principalmente pelos endereços mais cobiçados, pois acreditamos que a demanda por lajes irá continuar em níveis altos, sem aumento de vacância.
Felipe Bevilacqua

Os principais fundamentos da tese de investimento no fundo TEPP11 são os seguintes, segundo especialista:

- Grande potencial de valorização;
- Bom retorno nos pagamentos de dividendos;
- Gestão altamente profissional;
- Diversificação dos inquilinos;
- Qualidades dos ativos; e
- Liquidez.

A estratégia é comprar imóveis bem localizados por valores baixos por metro quadro e 'repaginá-los' com melhores projetos estruturais, que possam permitir uma boa valorização com esses ativos, seja por meio de ganhos de capital com vendas, seja pela melhoria no aluguel cobrado aos inquilinos.
Felipe Bevilacqua

Quer saber mais? Confira aqui a análise completa de como a reforma tributária pode impactar os seus investimentos e as teses de investimentos para os fundos imobiliários nas carteiras recomendadas preparadas por Bevilacqua para os leitores de UOL Economia+.

Para quem ainda não pegou as recomendações de investimentos, elas estão aqui:

- Carteira quem não aceita risco algum;

- Carteira para quem tem perfil mais conservador, mas aceita um pouquinho de risco;

- Carteira para quem é mais moderado;

- Carteira para quem aceita mais risco;

- Carteira para quem aceita alto risco.

Queremos falar com você

Fique atento às notificações do seu e-mail, pois caso haja alguma modificação na sua carteira, você será avisado.

Acompanhe também os boletins diários preparados por Bevilacqua, com análises do cenário macroeconômico e do noticiário corporativo. Você recebe esse boletim todos os dias, antes da abertura do mercado, para começar o dia com as informações das quais precisa. Ainda não recebe os e-mails? Se inscreva aqui na newsletter do UOL Economia+.

Tem alguma dúvida sobre algum investimento? Pode enviar para o Felipe: duvidasparceiro@uol.com.br

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.