PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Investimentos

Carteira Recomendada

Toda semana especialistas avaliam as carteiras de investimento recomendadas para seu perfil: conservador, moderado ou arrojado


ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Dá para ganhar milhões com artes digitais (NFTs) como Neymar e Mick Jagger?

Neymar coleciona NFTs, artes digitais - Reprodução/Instagram
Neymar coleciona NFTs, artes digitais Imagem: Reprodução/Instagram
Conteúdo exclusivo para assinantes

02/02/2022 11h00

As criptomoedas, como bitcoin e o ethereum, foram pioneiras no segmento de investimentos digitais. Agora, a bola da vez são os NFTs (tokens não fungíveis), que permitem a compra de artes não-físicas e grandes ganhos caso a coleção adquirida aumente de valor. Famosos como o jogador Neymar e os cantores Mick Jagger e Justin Bieber já aderiram à moda, que movimentou US$ 13,2 bilhões (cerca de R$ 69,8 bilhões) somente entre janeiro e setembro de 2021, segundo análises do DappRadar.

Mas como funcionam os NFTs na prática? Vale a pena comprar uma arte digital? Essas e outras dúvidas são respondidas abaixo por Felipe Bevilacqua, da Levante Ideias de Investimentos, que comenta também o potencial de crescimento desse mercado.

O valor único da arte

Para entender o que são tokens não fungíveis, Bevilacqua diz que é preciso esclarecer o significado da expressão. Do inglês, a palavra "token" pode ser traduzida como símbolo ou ficha.

Já "fungível" diz respeito a bens que podem ser substituídos por outros da mesma espécie e mesmo valor. Um exemplo de bem fungível é uma cédula de R$ 100, que pode ser substituída por outras cédulas que somariam o mesmo valor. Embora fisicamente o papel seja outro, a quantia é exatamente a mesma.

Por outro lado, é possível citar como exemplo de um bem não fungível a pintura A Persistência da Memória (1931), do artista espanhol Salvador Dalí. A obra surrealista é mundialmente reconhecida pelas figuras de relógios derretendo, que simbolizam a percepção não uniforme da passagem do tempo.

A arte produzida por Dalí, diferentemente de uma cédula de real ou dólar —ou de um objeto que utilizamos em nosso cotidiano—, tem seu valor no fato de ser única, original e carregada de significado. É por esse motivo que uma réplica deste quadro, mesmo que seja idêntica ao original, não chega a valer uma fração sequer da pintura de Dalí. Tanto o valor quanto o preço da obra estão diretamente ligados à noção de autenticidade.

"Os NFTs seguem a mesma lógica, com a diferença de que essas obras não existem no mundo físico, apenas no ambiente digital", explica o analista.

Mas como assegurar a autenticidade de uma arte digital, que não pode ser tocada e nem avaliada minuciosamente por peritos, como acontece com quadros, por exemplo? "A resposta para isso está intimamente ligada à tecnologia, que promete revolucionar nossa noção de propriedade: a blockchain", diz.

A Persistência da Memória - Reprodução - Reprodução
A Persistência da Memória, criada por Dalí em 1931, tem um valor não fungível
Imagem: Reprodução

Blockchain e a propriedade no meio digital

"A tecnologia de blockchain funciona como uma corrente de blocos interligados, nos quais são registradas, de forma permanente, informações sobre transações e operações realizadas dentro de determinada rede", declara Felipe Bevilacqua.

Segundo ele, essas redes são conhecidas por oferecerem um alto grau de segurança aos usuários, já que a forma como as informações são registradas permite com que todas as transações efetuadas possam ser rastreadas e verificadas.

Além disso, não há a necessidade de um servidor central para armazenar esses dados. Isso porque a tecnologia blockchain funciona por meio de uma arquitetura chamada "peer-to-peer" (P2P), que permite o compartilhamento de dados e serviços de maneira direta entre os diversos usuários da rede.

"Assim, quando uma pessoa adquire um NFT, a blockchain cria um registro criptografado compartilhado pelos demais usuários, que comprova que aquela pessoa é a proprietária daquele artefato virtual. Dessa forma, é possível que qualquer pessoa que utiliza redes como o Ethereum (ETH) ou a Solana (SOL) negocie tokens que representam ilustrações digitais", afirma o analista da Levante.

Você já viu esse macaco antes?

Mesmo entendendo o que são e como funcionam os NFTs, é normal que o investidor se pergunte: por que as pessoas estão dispostas a pagar quantias exorbitantes, que podem chegar à casa dos milhões de dólares, por registros de ilustrações em blockchain?

Para um investidor tradicional, acostumado a olhar para os resultados de uma empresa e para a sua capacidade de gerar lucros na hora de analisar uma ação, a ideia de investir em um ativo cujo valor está associado a critérios subjetivos --como exclusividade e status social--, pode soar estranha. Mas esse mercado vem crescendo cada vez mais, contando com a adesão de celebridades e grandes marcas.
Felipe Bevilacqua, analista da Levante Ideias de Investimentos

Atualmente, o principal símbolo do mercado de NFTs é a coleção Bored Ape Yatch Club (BAYC), composta por desenhos de macacos com expressões entediadas no rosto, gerados por um algoritmo que combina 170 características distintas —como acessórios, cor do pelo e expressões faciais —para criar figuras únicas, todas seguindo um mesmo padrão estético.

A coleção foi lançada oficialmente em 30 de abril de 2021, e logo se tornou uma febre entre milionários, celebridades e entusiastas do mercado de tokens não fungíveis.

As ilustrações são negociadas em Ether, a criptomoeda utilizada na plataforma Ethereum. Os valores podem variar bastante, partindo de cerca de US$ 200 mil (mais de R$ 1 milhão) por unidade atualmente. Entretanto, o Bored Ape #8585 foi vendido pelo equivalente a US$ 2,7 milhões (aproximadamente R$ 14,2 milhões), ocupando a posição de NFT mais valioso da coleção até o momento.

Recentemente, o jogador de futebol Neymar Jr., do Paris Saint-Germain, fez com que a BAYC ganhasse destaque nos portais de notícias brasileiros, ao adquirir duas ilustrações: os Bored Apes #5269 e #6633, por uma quantia superior a R$ 6 milhões. O cantor Justin Bieber adquiriu outra unidade da mesma coleção: o Bored Ape #3001 (reproduzido abaixo), por mais de US$ 1,3 milhão (R$ 6,9 milhões).

Mas nem todos os NFTs custam tão caro

O mercado de NFTs é um ambiente no qual os artistas, famosos ou não, podem colocar suas obras à venda.

Da mesma forma que um quadro pintado por Monet ou Picasso vale muito mais que uma obra produzida por um artista ainda desconhecido ou em início de carreira, um NFT feito por um artista prestigiado ou que faz parte de uma coleção famosa é muito mais valioso do que outro assinado por um ilustrador ou designer pouco conhecido.

Como ganhar dinheiro com NFTs

O investimento nessas obras de arte digitais funciona de maneira semelhante ao investimento em obras de arte físicas: você adquire um ativo único e de valor subjetivo na expectativa de que ele se valorize no decorrer do tempo. Essa valorização pode ocorrer, por exemplo, se você adquire um NFT de um ilustrador desconhecido, e esse artista começa a ganhar notoriedade no mercado, fazendo com que cada vez mais pessoas desejem comprar suas obras.

"Entretanto, uma vez que o valor das obras e o reconhecimento artístico dependem de fatores subjetivos, é difícil determinar um preço justo para um NFT, assim como é praticamente impossível cravar quais as ilustrações que possuem alto potencial de valorização", declara Bevilacqua.

Mercado em expansão

O mercado de NFTs ainda é muito recente, tendo ganhado força em meados do ano passado, mas já movimenta bilhões de dólares.

O analista da Levante diz que só a coleção "Bored Ape Yatch Club" (BAYC), composta por 10 mil desenhos de macacos vendidos para 6,2 mil compradores, já movimentou cerca de 373,3 mil eters (token nativo da rede Ethereum), o equivalente a US$ 1,1 bilhão (ou R$ 5,8 bilhões). A Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, certamente uma das mais icônicas obras de arte da história e hoje à mostra no Museu do Louvre de Paris, tem valor estimado em mais de US$ 850 milhões (cerca de R$ 4,5 bilhões).

"Esse mercado pode crescer ainda mais com as transformações pelas quais a internet está passando e com a popularização da tecnologia de blockchain", diz Bevilacqua. Entretanto, ele afirma que é preciso ter expectativas realistas ao embarcar nessa classe de ativos, "uma vez que não há nenhuma garantia de retorno ou nenhuma métrica que nos permita estabelecer um preço justo para os NFTs".

Acesse aqui o relatório completo da Levante sobre os NFTs e veja como investir.

Carteiras conforme o perfil

Para quem ainda não pegou as recomendações de investimentos, elas estão a seguir:

- Carteira para quem não aceita risco algum

- Carteira para quem tem perfil mais conservador, mas aceita um pouquinho de risco

- Carteira para quem é mais moderado

- Carteira para quem aceita mais risco

- Carteira para quem aceita alto risco

Queremos falar com você

Fique atento às notificações do seu e-mail, pois caso haja alguma modificação na sua carteira, você será avisado.

Acompanhe também os boletins diários preparados por Bevilacqua, com análises do cenário macroeconômico e do noticiário corporativo. Você recebe esse boletim todos os dias, antes da abertura do mercado, para começar o dia com as informações das quais precisa. Ainda não recebe os e-mails? Inscreva-se aqui na newsletter de investimentos do UOL.

Tem alguma dúvida sobre algum investimento? Pode enviar para o Felipe: duvidasparceiro@uol.com.br

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.