Só para assinantesAssine UOL

Veja 5 ações que pagam dividendos acima da Selic de 10,50%

Na véspera, quarta-feira (19), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central optou por manter a Taxa Selic em 10,50%, interrompendo o ciclo de flexibilização da política monetária. Apesar de os juros se manterem em dois dígitos, diversas ações da bolsa pagam dividendos acima desse patamar.

Nesta matéria listamos cinco ações que pagam dividendos acima da Selic.

Foram utilizadas somente ações que integram a carteira do Ibovespa, deste modo, ações fora do índice foram desconsideradas. Vale destacar que além das cinco listadas, outros papéis da bolsa pagam dividendos em patamares igualmente altos ou próximos.

No caso de companhias que tem mais de uma ação – como Petrobras, que tem PETR3 e PETR4 – somente a com maior yield foi mantida.

Vale destacar que o ranking é elaborado com base no dividend yield (DY), um indicador que mensura a quantidade de proventos pagos por uma ação nos últimos 12 meses em relação ao preço atual do papel.

Como exemplo hipotético, se uma ação custa R$ 10 e ela pagou R$ 1 em proventos nos últimos 12 meses, seu yield é de 10%.

Vale destacar também que esses indicador é um ‘retrovisor’, ou seja, ele olha para o passado e uma rentabilidade elevada em dividendos em um passado recente não necessariamente é uma promessa de dividendos polpudos no futuro.

5 ações que pagam dividendos acima da Selic

  • Petrobras (PETR4): 17,8%
  • Bradespar (BRAP4): 16,3%
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU4): 14%
  • Cemig (CMIG4): 13,6%
  • Itaúsa (ITSA3): 13%

Quem segue liderando o ranking é a Petrobras, com um yield de 17%, já que a companhia pagou R$ 6,4898 em dividendos por ação preferencial no acumulado de 12 meses.

Em um passado recente o yield da companhia chegou a superar os 50%, em um período em que o fluxo de caixa estava ainda mais polpudo que o atual e a companhia realizada desinvestimentos relevantes.

Além das que integram o ranking, é possível ver outras companhias com yield acima da Selic, como o Bradesco (BBDC3), com DY em 12,3%, ou a BrasilAgro (AGRO3), com 12,6%.

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Deixe seu comentário

Só para assinantes