Só para assinantesAssine UOL

"FIIs de papel ou FI-Infra: qual tem maior risco?" Seu Consultor Responde

Seu Consultor Responde é um quadro que vai ao ar todas as quintas-feiras, durante a live do Suno Notícias no YouTube. O objetivo é que um profissional da Suno Consultoria responda às dúvidas da audiência. Confira uma delas a seguir, sobre FIIs.

“Estou estudando para investir em FIIs respeitando o meu perfil de risco, que é um pouco mais conservador. Por isso, gostaria de saber: qual dessas duas classes de ativo apresenta mais risco: FIIs de papel ou FI-Infra?” – Eduardo Mendes.

Seu Consultor Responde

Caro Eduardo,

Os FI-Infra começaram a ter uma popularidade maior a partir de 2021, quando foi estabelecida uma regulamentação mais completa sobre esse tipo de ativo.

Estamos falando de títulos de dívida de empresas que são emitidos para financiar a construção de obras de infraestrutura. São empresas que atuam no Brasil há bastante tempo, com uma evolução constante.

Então é algo muito bem estabelecido, muito bem regulado. São companhias com risco de crédito baixo, com classificação internacional. É possível, inclusive, encontrar muitos fundos com nível de classificação de risco acima de a+ ou triple a, por exemplo.

Então, por essas características, eu tendo a dizer que os FI-Infra costumam apresentar um nível de segurança um pouco maior. Mas é claro que não podemos generalizar.

Se você fizer uma boa análise em fundos de papel, CRIs imobiliários, e der ênfase naquelas dívidas de bons devedores, também pode ter uma boa segurança.

Então, em suma, eu diria que o FI-Infra tem um grau de segurança um pouco maior. No entanto, também existem fundos de papel bastante seguros, a depender do devedor.

– Juan Macedo, consultor na Suno Consultoria.

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Deixe seu comentário

Só para assinantes