IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Ambev (ABEV3) recomprará até 13 milhões de ações

19/05/2023 04h57

A Ambev (ABEV3) iniciará um novo programa de recompra de ações, conforme divulgado em fato relevante no fim desta quinta-feira (18).

O programa de recompra de ações da Ambev prevê a aquisição de até 13 milhões de ações ordinárias pela tesouraria da companhia.

O prazo para compra é o dia 18 de novembro do ano de 2024.

A compra das ações ABEV3 também estima tem "o principal objetivo de fazer frente à entrega de ações no âmbito dos planos de remuneração baseados em ações da Companhia, podendo ainda ser mantidas em tesouraria, canceladas e/ou alienadas posteriormente".

A empresa usará as reservas de capital registradas em seu último balanço para comprar os papéis.

Vale destacar que o número de ações em livre circulação (free float) é de 4,39 bilhões de papéis.

Último resultado da Ambev

A companhia reportou lucro líquido de R$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23), conforme divulgado no início de maio. A cifra representa uma alta de 8,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

O resultado também ficou acima do estimado pelo consenso Bloomberg, de R$ 3 bilhões.

A receita líquida da Ambev foi de R$ 20,5 bilhões no trimestre, alta de 11% frente os R$ 18,4 bilhões registrados no resultado no mesmo período do ano anterior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, foi negativo em R$ 6,4 bilhões, aumento de 16,7% ante o número registrado no mesmo período do ano de 2022.

"A AmBev registrou um trimestre sólido com expansão na margem consolidada impulsionada principalmente por Cerveja Brasil e NAB, além de melhorias em LAS apesar das pressões inflacionárias ainda existentes, o que mais do que compensou a contração nas margens de CAC e Canadá", disse a XP sobre o balanço.

"As iniciativas de gestão de receita, mix favorável de marcas, melhora na dinâmica do canal on-trade, mix de embalagens mais rentável e a retomada, há muito esperada, de eventos sociais importantes (Carnaval) são as principais razões para sustentar o aumento de 26,9% na receita líquida/hl consolidada. Esperamos que essas tendências ganhem mais importância do que o volume nos próximos trimestres, o que deve acelerar o ritmo de recuperação da margem da Ambev, em nossa opinião", completa.