IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Oi (OIBR3) multiplica prejuízo em cinco vezes no 4T22

23/05/2023 04h54

A Oi (OIBR3) multiplicou em praticamente cinco vezes seu prejuízo líquido no comparativo entre o quarto trimestre de 2022 (4T22) e o mesmo trimestre do ano anterior.

A companhia revelou, na madrugada desta terça-feira (23), que somou um prejuízo líquido de R$ 17,66 bilhões no período. No quarto trimestre de 2021, a Oi havia registrado R$ 3,55 bilhões de prejuízo.

O resultado do 1T23 ainda não é conhecido, fruto de uma série de postergações por parte da empresa, que passa por seu segundo processo de recuperação judicial consecutivo.

A empresa havia adiado a divulgação do resultado inicialmente previsto para 26 de abril. Ainda assim, estava atrasado em comparação com a temporada de balanços do último trimestre, que ocorreu em meados de fevereiro.

No período do 4T22, o Ebitda da Oi ficou negativo em R$ 15,1 bilhões, ante Ebitda negativo de R$ 1,2 bilhões em igual etapa de 2021.

Já a receita líquida encolheu 42% na base anual, para R$ 2,64 bilhões - ante uma cifra de R$ 4,57 bilhões vista em igual janela do ano de 2021.

A empresa também encerrou o trimestre com R$ 19,07 bilhões em dívida líquida, apresentando uma variação de 41% ante a dívida registrada no fim de 2021, de R$ 32,5 bilhões.

O Capex da empresa encolheu 72%, ficando em R$ 533 milhões.

"No 4T22, as receitas da Nova Oi apresentaram crescimento de 5,6% na base anual, com as operações core já representando cerca de 77,8% do total. Os custos e despesas de rotina reduziram 25,1%, a despeito do novo modelo operacional na fibra, com elevação dos custos de aluguel e compensação positiva de redução no Capex. Adicionalmente, a entrada de recursos das vendas de operações permitiram a redução da dívida líquida financeira em um patamar de 41,4% na comparação anual", diz a gestão da empresa.

No acumulado de 2022, com esses números, a empresa somou R$ 5 bilhões de prejuízo líquido, uma melhora de 51% ante o prejuízo de R$ 10,4 bilhões visto no acumulado de 2021.

Já o Ebitda foi negativo em R$ 5,22 bilhões, ao passo que o ano de 2021 registrou R$ 3,8 bilhões de Ebitda positivo.

Desempenho das ações da Oi