IPCA
0,46 Jul.2024
Topo

Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), desabafa e Vale (VALE3) tem queda bilionária em seus dividendos; Veja as mais lidas da semana

27/05/2023 06h27

Nesta semana, a notícia mais lida foi sobre o Magazine Luiza (MGLU3). Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração da empresa, disse que está "lutando" para que o Copom do Banco Central (BC) comece a cortar a Selic no Brasil.

Outra matéria que repercutiu entre os investidores foi referente a Vale (VALE3), que encolheu seus dividendos em cerca de US$ 1,8 bilhão e acabou deixando um ranking global. Mas quais são as empresas que compõem a nova lista?

Também chamou a atenção dos investidores o verdadeiro "vilão" do Magazine Luiza e Via (VIIA3), que não é a Selic. Mas qual seria esse vilão? Veja opinião de um gestor.

Além disso, a B3 (B3SA3) lançou o primeiro derivativo de fundos imobiliários, com o intuito de gerar mais liquidez no mercado.

Será que é hora de desistir da Oi (OIBR3)? Nesta semana, analistas responderam e sugeriram suas estratégias no mercado de ações.

Por fim, outro grande destaque da semana foi o fundo imobiliário IRDM11, que pagou dividendos de 130,96% do CDI durante o mês de maio. Mas qual foi o resultado mensal obtido pelo FII?

Confira um resumo com as principais notícias desta semana. Para acessar as matérias de maneira completa, clique nos links. Bom final de semana!

1.   Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), desabafa: "Está bem difícil. Espero um sinal do BC para o corte de juros"

A presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza (MGLU3), Luiza Trajano, afirmou que está "lutando" para que o Copom do Banco Central dê início a um movimento de corte da Selic.

A empresária disse que "espera pelo menos um sinal" para essa redução na Selic já na próxima reunião do Comitê do BC, que está marcada para os dias 20 e 21 de junho de 2023, conforme informações do jornal Valor Econômico.

2.   Vale (VALE3) encolhe dividendos em US$ 1,8 bilhão e deixa ranking global; veja lista

A Janus Henderson elaborou uma nova lista das maiores pagadoras de dividendos do mundo e a Vale (VALE3) acabou deixando o ranking das 10 primeiras colocadas, após diminuir em US$ 1,8 bilhão seus proventos em relação ao ranking anterior.

A lista com as 10 maiores pagadoras de dividendos ficou atualizada da seguinte forma (nessa ordem): A.P. Moller - Maersk, BHP Group (BHPG34), Novartis (N1VS34), Roche Holding, Volkswagen, Microsoft (MSFT34), Exxon Mobil (EXXO34), Siemens, Apple (AAPL34) e Commonwealth Bank of Australia.

3.   O verdadeiro vilão da Magazine Luiza e Via não é a Selic; veja qual é

Segundo Welliam Wang, gestor da AZ Quest e responsável pelo fundo AZ Quest Top Long Biased, nem mesmo a queda da Selic vai ajudar na recuperação das companhias de varejo Magazine Luiza, Via (VIIA3) e Americanas (AMER3). Para ele, a dominância do Mercado Livre (MELI34) acaba colocando em "xeque" a obtenção de melhores resultados dessas empresas.

"A gente estava com posições vendidas tanto em Americanas (AMER3) como Magazine Luiza porque acreditamos que o maior player do mercado, o Mercado Livre, é o extremo oposto dos outros", disse o gestor, que afirma estar com posição vendida nos papéis de empresas do varejo.

4.   B3 (B3SA3) lança primeiro derivativo de fundos imobiliários, visando gerar liquidez no mercado

A B3 (B3SA3) lançou ao mercado seu primeiro derivativo de fundos imobiliários, visando gerar mais liquidez para esse mercado, além da busca em trazer uma maior diversificação de estratégias para o lançamento de outros produtos no futuro.

O derivativo de fundos imobiliários é um contrato futuro do IFIX, que traz uma média dos preços dos FIIs que são negociados nos mercados de balcão organizado na B3 e de bolsa.

5.   É hora de desistir da Oi (OIBR3)? Analistas respondem e sugerem estratégia com ações

Após a Oi (OIBR3) multiplicar seu prejuízo em cinco vezes no 4T22 e em meio ao seu segundo processo de recuperação judicial, os analistas da Genial Investimentos acreditam ser o momento de vender os papéis da companhia.

Os analistas destacaram mais um resultado decepcionante da empresa, embora considerem positiva a aprovação do conselho para a nova recuperação judicial. A mudança para recomendação de "venda" nas ações da Oi foi motivada por sua baixa geração de caixa e perspectivas incertas para o futuro, assim como uma relação dívida líquida/Ebitda de 48,2x.

6.   IRDM11 paga dividendos de 130,96% do CDI em maio; Veja o resultado mensal do FII

Em relatório gerencial, o fundo imobiliário IRDM11 destacou seu pagamento de dividendos no valor de R$ 0,912693597 por cota, que representa uma remuneração bruta de Imposto de Renda de 130,96% do CDI, cujo pagamento ocorreu em maio.

Os dividendos do IRDM11 somados em 12 meses corresponderam a uma remuneração de 119,85% do CDI.

Assim, de Magazine Luiza e Vale, a Oi e IRDM11, essas foram as matérias mais lidas da semana no Suno Notícias.