PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Segmento de aluguel de carros é destaque entre ações indicadas da semana

Conteúdo exclusivo para assinantes

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/09/2020 04h00

O setor de aluguel de carros começou a semana como o mais indicado nas carteiras de ações monitoradas pelo UOL Economia+ e, ontem (23), a Localiza e a Unidas anunciaram uma fusão —operação que, se consumada, criará uma gigante desse mercado.

Na segunda-feira (21), a XP e a Guide Investimentos divulgaram portfólios indicados para a semana com a inclusão dos papéis da Localiza. No mesmo dia, a Elite Investimentos adicionou a Unidas nas suas recomendações de compra para o período.

O acompanhamento semanal das carteiras mostra, ainda, que outra representante do segmento, a Movida, se manteve na seleção de papéis feita pela MyCap para a semana.

Consumo fica concentrado em Magazine Luiza e Via Varejo

O monitoramento das carteiras de ações divulgadas por corretoras, feito toda semana pelo UOL Economia+, mostra que as recomendações de consumo estão atualmente concentradas no Magazine Luiza e na Via Varejo.

Ao longo do mês, B2W Digital e Renner já haviam saído da lista geral de indicações no segmento e, agora, foi a vez de a Lojas Americanas deixar a relação. A empresa foi substituída nesta semana no portfólio selecionado pela XP.

Segmento de carnes mantém destaque, com foco em JBS

O ramo de frigoríficos segue no radar das corretoras, com preferência pelas ações da JBS, que figuram em três das seis carteiras analisadas. A XP, por exemplo, incluiu os papéis da companhia na sua seleção, no lugar da concorrente Marfrig —que se mantém com apenas uma recomendação de compra, por parte da MyCap.

Ramo de negócios automotivos estreia nas indicações

A Iochpe-Maxion, líder mundial na produção de rodas automotivas e um dos principais produtores de componentes estruturais automotivos nas Américas, é uma das novidades da semana. A empresa ingressou na lista feita pela Mirae.

Em relatório, a corretora diz que as ações estão muito descontadas na Bolsa e lembra que, no segundo trimestre, a pandemia afetou os negócios da empresa no Brasil, América do Norte e Europa, reduzindo em 56% a receita líquida do período frente à igual intervalo de 2019, para R$ 1,17 bilhão. "Esperamos uma recuperação das vendas ao longo do segundo semestre deste ano e principalmente em 2021", afirma a instituição.

Confira aqui outros destaques e as carteiras completas de ações recomendadas nesta semana. Os códigos e preços dos papéis podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE