PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Gerdau sobe em outubro e volta a liderar ganho entre ações recomendadas

Conteúdo exclusivo para assinantes

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/11/2020 04h00

As ações preferenciais (PN) da Gerdau acumularam ganho de 4,8% em outubro e terminaram o mês na liderança entre os papéis mais recomendados para período, considerando as carteiras de oito corretoras acompanhadas pelo UOL Economia+. É o segundo mês consecutivo em que a empresa tem o melhor desempenho entre as mais indicadas —em setembro, a alta foi de 9%.

Confira a performance em outubro das ações mais recomendadas*:

  • Gerdau PN (4,8%): Lucro cresceu 175% e ficou acima do esperado no terceiro trimestre.
  • Bradesco PN (4%): Lucro caiu 23% no terceiro trimestre, mas superou estimativa de analistas.
  • Vale (2,4%): Lucro aumentou 76% no terceiro trimestre.
  • Via Varejo (-1,1%): Balanço do terceiro trimestre agendado para 11 de novembro, após o fechamento dos mercados.
  • Rumo (-3,8%): Resultado do terceiro trimestre programado para 11 de novembro, após o fechamento dos mercados.
  • B3 (-7,2%): Balanço do terceiro trimestre agendado para 12 de novembro.
  • Marfrig: (-9,7%): Resultado do terceiro trimestre programado para 11 de novembro, após o fechamento dos mercados.

*Levantamento feito com base nas carteiras indicadas pelas seguintes instituições: Ágora Investimentos, BB Investimentos, BTG Pactual, Guide Investimentos, Mirae Asset Corretora, Necton Investimentos, Santander Corretora e Terra Investimentos.

Siderúrgica recebeu quatro indicações no mês passado

Os papéis da Gerdau tiveram quatro recomendações em outubro entre as corretoras monitoradas pelo UOL Economia+. A companhia foi uma das novidades da carteira preparada pelo BTG Pactual e se manteve entre as indicações feitas pela Mirae, Necton e Terra Investimentos.

Em relatório, o BTG diz que a empresa combina forte crescimento de receita, baixa alavancagem, geração de fluxo de caixa livre e pouca exposição cambial. Além disso, a escolha foi uma forma de aumentar a exposição do portfólio recomendado ao setor de construção, uma vez que a companhia é produtora de aços longos, usados nessa indústria, afirma a instituição.

"Acreditamos na força estrutural dos mercados imobiliários no Brasil e esperamos que a demanda por aços longos continue tendo desempenho superior ao dos planos."

Unanimidade nas carteiras, Vale supera Ibovespa novamente

A Vale se manteve em outubro como unanimidade entre os analistas, reunindo indicações de todas as oito corretoras pesquisadas. As ações da mineradora subiram 2,4% no mês passado e, mais uma vez, o desempenho foi melhor do que o do Ibovespa.

O principal índice da Bolsa amargou fortes perdas na última semana, em função de incertezas relacionadas ao aumento dos casos da covid-19 na Europa e EUA, e acabou terminando outubro no vermelho, com perda de 0,7% —engatando três meses consecutivos de baixas.

Papéis da Marfrig registram o pior desempenho entre os destaques de outubro

As ações da Marfrig, multinacional do setor de alimentos especializada em carne bovina, acumularam desvalorização de 9,7% em outubro e tiveram o pior desempenho entre as principais recomendações monitoradas pelo UOL Economia+.

A empresa, cujos papéis foram indicados por quatro corretoras, anunciou recentemente ter concluído o acordo com a Archer-Daniels-Midland Company (ADM) para a criação da PlantPlus Foods —joint venture que irá comercializar produtos de base vegetal. No início de outubro, a companhia informou a aquisição da Campo del Tesoro, produtora argentina de carnes para hambúrgueres.

Os códigos e preços das ações citadas podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.