PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Veja as 3 ações da Bolsa mais indicadas pelas corretoras para fevereiro

Exclusivo para assinantes UOL Economia+

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/02/2021 04h00

As ações da Vale, novamente, lideram as recomendações de compra dos analistas para o mês. A companhia figura em sete dos oito portfólios indicados para fevereiro, segundo acompanhamento feito pelo UOL Economia+, repetindo a marca registrada em janeiro. Outras duas companhias também foram destaque.

  • Conheça o UOL Economia+, serviço completo de orientação financeira do UOL para assinantes.

Confira a seguir a relação completa*:

  • Vale (VALE3): 7 recomendações.
  • Petrobras PN (PETR4): 5 recomendações.
  • Suzano (SUZB3): 4 recomendações.

*Levantamento feito com base nas carteiras recomendadas pelas seguintes instituições: Ágora Investimentos, BB Investimentos, BTG Pactual, Guide Investimentos, Mirae Asset Corretora, Necton Investimentos, Planner Corretora e Santander Corretora.

Cautela deve prevalecer

Após uma euforia nas primeiras semanas do ano, com o principal índice da Bolsa (Ibovespa) atingindo o fechamento histórico de 125.076 pontos no dia 8 de janeiro, o humor do mercado mudou, e o mês terminou no vermelho —com baixa de 3,32%. O horizonte agora, segundo especialistas, demanda cuidado.

"Se, por um lado, o início da vacinação contra o coronavírus foi considerado um fato benéfico, por outro, foi visto como desfavorável o lockdown (fechamento) implementado em diversos países europeus devido ao aumento de casos na pandemia", diz o relatório da BB Investimentos, segundo a qual a percepção dos investidores é de que provavelmente o crescimento global em 2021 será menor que o esperado.

Para a instituição, preocupações quanto à política fiscal do governo seguem dominando o cenário doméstico, assim que o mercado avaliar os desdobramentos das eleições para as presidências da Câmara dos Deputados e do Senado.

"Em termos de fundamentos, uma questão que está trazendo um certo incômodo no curto prazo é a permanência da inflação em patamar acima do esperado neste início de ano."

Na opinião do BTG Pactual, há um longo caminho a se percorrer na batalha contra o coronavírus. "Embora algumas vacinas já estejam sendo aplicadas no país, devemos continuar a ver restrições ao comércio e às atividades culturais em 2021" diz o relatório mensal.

Em sua análise, o banco traz projeções para os resultados das empresas que acompanha. Segundo o BTG, as estimativas apontam para uma queda de 26% nos lucros consolidados de 2020 (excluindo Petrobras e Vale), seguida de uma reação, com alta de 68% nos ganhos apurados neste ano, pelo mesmo critério. Nos dois casos, considera-se o desempenho em relação ao ano anterior.

"A maior parte da recuperação nos lucros de 2021 reflete as melhores perspectivas para as exportadoras de commodities."

Minério e geração de caixa sustentam Vale

As ações da Vale se mantiveram quase unânimes entre as carteiras monitoradas pelo UOL Economia+. De oito instituições, apenas a Planner Corretora não escolheu a mineradora para seu portfólio de fevereiro.

De maneira geral, as justificativas para a indicação da empresa são parecidas. A Santander Corretora destaca que, mesmo com os efeitos da pandemia, a Vale está bem posicionada na indústria global de minério de ferro, sua divisão mais importante.

Em relatório, a instituição diz manter uma visão positiva dos preços do minério nos próximos anos e destaca o "forte balanço e a sólida geração de caixa" da companhia.

A mineradora divulga amanhã (3), após o fechamento dos mercados, seu relatório de produção e vendas relativo ao quarto trimestre de 2020. Já o balanço completo do ano passado está agendado para 25 de fevereiro.

Alterações e portfólios completos indicados

Ágora Investimentos

  • Incluiu: C&A (CEAB3).
  • Retirou: Eletrobras PNB (ELET6).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), C&A (CEAB3), Iguatemi (IGTA3), Iochpe-Maxion (MYPK3), Itaú PN (ITUB4), Omega Geração (OMGE3), Petrobras PN (PETR4), Rumo (RAIL3), Suzano (SUZB3) e Vale (VALE3).

BB Investimentos

  • Incluiu: Banco ABC Brasil PN (ABCB4), Ambev (ABEV3), BTG Pactual Unit (BPAC11), BR Distribuidora (BRDT3), Direcional (DIRR3), Tupy (TUPY3) e Weg (WEGE3).
  • Retirou: Centauro (CNTO3), Copasa (CSMG3), Cyrela (CYRE3), Ecorodovias (ECOR3), Itaú PN (ITUB4), Randon PN (RAPT4), Santander Unit (SANB11).
  • Carteira recomendada: Banco ABC Brasil PN (ABCB4), Ambev (ABEV3), BTG Pactual Unit (BPAC11), BR Distribuidora (BRDT3), Direcional (DIRR3), Magazine Luiza (MGLU3), Simpar (SIMH3), Tupy (TUPY3), Vale (VALE3) e Weg (WEGE3).

BTG Pactual

  • Incluiu: PagSeguro (PAGS3) e Rede D'Or (RDOR3).
  • Retirou: B3 (B3SA3) e Gerdau PN (GGBR4).
  • Carteira recomendada: Aliansce Sonae (ALSO3), Cyrela (CYRE3), Itaú PN (ITUB4), Oi (OIBR3), PagSeguro BDR (PAGS34), Petrobras PN (PETR4), Rede D'Or (RDOR3), Suzano (SUZB3), Totvs (TOTS3) e (VALE3).

Guide Investimentos

  • Incluiu: CVC (CVCB3) e Klabin Unit (KLBN11).
  • Retirou: Multiplan (MULT3) e Yduqs (YDUQ3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Cosan (CSAN3), CVC (CVCB3), Eneva (ENEV3), Hapvida (HAPV3), Itaú PN (ITUB4), Klabin Unit (KLBN11), Petrobras PN (PETR4), Renner (LREN3) e Vale (VALE3).

Mirae Asset Corretora

  • Incluiu: Cosan (CSAN3), Suzano (SUZB3) e Weg (WEGE3).
  • Retirou: Banco do Brasil (BBAS3), Usiminas PNA (USIM5) e Via Varejo (VVAR3).
  • Carteira recomendada: Bradesco PN (BBDC4), Cosan (CSAN3), Gerdau PN (GGBR4), Magazine Luiza (MGLU3), Petrobras PN (PETR4), Randon PN (RAPT4), Romi (ROMI3), Suzano (SUZB3), Vale (VALE3) e Weg (WEGE3).

Necton Investimentos

  • Incluiu: Renner (LREN3) e Suzano (SUZB3).
  • Retirou: M.Dias Branco (MDIA3) e Petrobras PN (PETR4).
  • Carteira recomendada: Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco PN (BBDC4), Multiplan (MULT3), Petz (PETZ3), Renner (LREN3), Santos Brasil (STBP3), Simpar (SIMH3), Suzano (SUZB3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

Planner Corretora

  • Incluiu: Porto Seguro (PSSA3), Randon PN (RAPT4), Rede D'Or (RDOR3) e Simpar (SIMH3).
  • Retirou: BR Distribuidora (BRDT3), M.Dias Branco (MDIA3), Telefônica Brasil (VIVT3) e Trisul (TRIS3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Ecorodovias (ECOR3), Minerva (BEEF3), Neoenergia (NEOE3), Petrobras PN (PETR4), Porto Seguro (PSSA3), Randon PN (RAPT4), Rede D'Or (RDOR3), Simpar (SIMH3) e Via Varejo (VVAR3).

Santander Corretora

  • Incluiu: Rede D'Or (RDOR3).
  • Retirou: SulAmérica Unit (SULA11).
  • Carteira recomendada: Bradesco PN (BBDC4), BR Distribuidora (BRDT3), BTG Pactual Unit (BPAC11), Ecorodovias (ECOR3), Klabin Unit (KLBN11), Petrobras ON (PETR3), Rede D'Or (RDOR3), Totvs (TOTS3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

O preço e o desempenho das ações podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.