PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Sua família pode ser a principal inimiga do seu dinheiro; veja por quê

Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em São Paulo

07/07/2021 04h00

Seja nos filmes, nas novelas ou em alguma reunião de família, você provavelmente já ouviu falar de alguém que perdeu todo o dinheiro que tinha porque decidiu investir. Essas histórias, combinadas com a falta de incentivo de pessoas próximas, ainda deixam o brasileiro com medo de investir, segundo especialistas.

"Se você fala para os familiares que vai investir dinheiro, eles debocham. Dizem que é pirâmide, que você vai perder dinheiro. A gente, infelizmente, ainda está muito atrasado nesse assunto", afirmou Júlia Mendonça, especialista em planejamento financeiro pessoal, durante o encontro Guia do Investidor UOL, série de eventos gratuitos e quinzenais do UOL Economia+, para quem quer aprender a cuidar do próprio dinheiro.

Veja abaixo como não desanimar, mesmo sem apoio, e confira os principais pontos do encontro e assista ao evento na íntegra.

Busque a informação correta

A dica para não desanimar é entender os erros cometidos por aquela pessoa que diz ter perdido tudo investindo na Bolsa.

"Geralmente não é culpa da Bolsa, mas da pessoa que entrou nesse mercado com a visão errada de que iria conseguir dinheiro fácil e rápido. Isso não existe", disse Bea Aguillar, analista de renda variável e apresentadora do canal do YouTube "Papo de Bolsa", durante o encontro.

No quesito investimentos, buscar aconselhamento com quem não entende do assunto pode ser bem arriscado. Júlia Mendonça recebeu dicas do sogro na época em que tentava sair de uma dívida de R$ 80 mil. Deu certo, mas a planejadora financeira reforçou que foi pura sorte.

"Ele não entendia nada de investimentos, mas por sorte falou para eu aplicar no Tesouro Selic. Só que se ele falasse para colocar dinheiro em um título de capitalização, eu também teria colocado, porque eu não entendia nada", disse Júlia.

Em dois anos, cortando gastos e conseguindo fazer uma renda extra, Júlia conseguiu quitar a tal dívida. De devedora, ela se tornou investidora e estudou sobre o assunto. Hoje ela é especialista em planejamento financeiro e fala sobre o assunto em seu canal no Youtube, com mais de 500 mil inscritos.

"O meu maior medo passou a ser não usar o dinheiro que estava sobrando para investir e a dívida acabar voltando", afirmou Júlia.

Bea Aguillar é uma das poucas mulheres certificadas a falar sobre Bolsa de Valores na internet. "Ainda vejo poucas iniciativas de educação financeira nas escolas. Muita gente só tem contato com esse conteúdo quando já é adulto e só então pensa em poupar e investir", afirmou.

Investir é sair da rotina

Normalmente, o primeiro contato de uma pessoa com os investimentos é pelo banco, com o gerente ligando para oferecer algum produto.

"Começar a investir em título do Tesouro, por exemplo, é um passo além. É você lutando contra tudo aquilo que lhe ensinaram e querendo algo melhor", afirmou Júlia Mendonça.

Mas tem gente que ainda sente medo quando ouve falar em corretora.

"Muitas pessoas ficam com o pé atrás e se perguntam se não vão sumir com o dinheiro delas", disse Bea Aguillar. Ela lembra que muitas corretoras funcionam de um jeito parecido com os bancos, mas entregam opções de investimentos mais diversas do que a poupança ou um simples CDB.

Faça o teste do travesseiro

Quando alguém perde o medo de tirar o dinheiro da poupança e procura uma corretora, certamente vai responder a um questionário para saber seu perfil de investimentos. Mas independentemente de ser conservador ou agressivo, o investidor precisa dormir tranquilo com as decisões que tomou.

"Se você acorda e vai dormir preocupado com um investimento que fez, é sinal de que você está muito exposto naquela aplicação", afirmou Júlia Mendonça. Ela disse que para evitar a sensação, a pessoa deve diversificar, em vez de colocar todo o dinheiro que tem em um só tipo de aplicação.

Para Bea Aguillar, o medo de investir pode ser superado pela felicidade de ganhar dinheiro investindo. "Chegar no final do mês e perceber que sobrou grana para realizar algum sonho fala mais alto que tudo", afirmou a analista.

Guia do Investidor UOL é trilha para quem quer começar a investir

O Guia do Investidor UOL é uma série de eventos quinzenais e gratuitos do UOL Economia+ que funciona como uma trilha de conhecimento, que passará por temas como comportamento, investimentos básicos para iniciantes a investimentos mais arrojados, como ações, fundos multimercado e até criptomoedas.

Para ajudar os leitores nessa trilha, investidores profissionais, analistas, e grandes especialistas do mercado darão aulas quinzenais para ensinar o passo a passo dos investimentos.

Você pode conferir a programação do Guia do Investidor UOL aqui.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.