PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Investiu em Tesouro Direto? Veja se você precisa monitorar seu investimento

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/09/2021 04h00

Quando você compra um título do Tesouro Prefixado, o que você faz depois? Precisa ficar monitorando com frequência quanto seu investimento está rendendo? No Papo com Especialista, programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio mostrou onde olhar para checar a rentabilidade de um título público, e respondeu se precisa mesmo ficar acompanhando a rentabilidade do seu investimento.

Veja abaixo o que você precisa fazer depois de investir no Tesouro Direto. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Monitoramento constante não é necessário

Esperandio afirmou que não é necessário fazer o monitoramento da rentabilidade desses três títulos públicos com frequência, desde que seu objetivo seja permanecer com o investimento até a data de vencimento.

"O Tesouro Prefixado, aconteça o que acontecer, vai render a rentabilidade combinada no dia do seu investimento. Os dois títulos [Tesouro Selic e Tesouro IPCA] têm um componente pós-fixado, mas também pagarão o combinado na data do vencimento", disse ele, que também é do canal Econoweek.

Veja como fica a rentabilidade dos títulos do Tesouro Direto, se você ficar com eles até o vencimento:

  • Tesouro Prefixado: a rentabilidade será a que foi combinada no dia em que você investiu;
  • Tesouro Selic: a rentabilidade é equivalente à taxa Selic (hoje, é de 5,25% ao ano) mais um bônus;
  • Tesouro IPCA: a rentabilidade é a inflação do período (que pode variar) mais um bônus prefixado.

"No Tesouro Selic e no Tesouro IPCA, você até consegue ter uma expectativa de quanto vai render, mas não tem certeza. Ao contrário da rentabilidade do Tesouro Prefixado. Mas você precisa monitorar todo dia? Não, não precisa", afirmou.

Onde ver o rendimento de um título público?

O economista disse que é possível ver os rendimentos diários dos seus títulos públicos na plataforma do Tesouro Direto. Para isso, você precisa fazer o seu login e consultar os seus investimentos ali.

"Você consegue ver o rendimento para cada aporte que fizer. Ou seja, dá para você acompanhar todo dia, mas não precisa porque você sabe que ele vai estar rendendo", disse.

Além disso, o próprio programa do Tesouro Direto manda, por email, um extrato mensal dos seus investimentos em títulos públicos.

Dica para não se desesperar

Esperandio deu uma dica para quem prefere olhar com frequência os rendimentos dos títulos públicos: não se desespere.

"Quando você investe num Tesouro Prefixado, por exemplo, você sabe que ele vai render aquela taxa todo santo dia. Significa que ele vai te pagar aquela rentabilidade combinada, se você ficar até a data de vencimento. Mas o valor que vai aparecer com a rentabilidade acumulada, antes da data de vencimento, está propícia às oscilações do mercado", disse.

Segundo ele, em algumas situações, você verá que o valor até diminui. Mas isso não significa que você está perdendo dinheiro.

"Aquele valor que vai aparecer, maior ou menor que o combinado, só mostra a disposição do mercado em comprar aquele seu título, caso você queira se desfazer dele antes da data de vencimento combinada. Ele te mostra na tela: olha, é isso que está valendo o seu título hoje, se você quiser vender agora. Se ficar até a data de vencimento do título, você terá a rentabilidade combinada sem tirar nem pôr", disse o economista.

Isso vale para qualquer título de renda fixa desde que você permaneça até a data de vencimento.

"Dessa maneira, será paga a rentabilidade combinada, seja pré, pós ou híbrida. Se decidir se desfazer do título antes do vencimento, daí sim pode ter a rentabilidade alterada em relação à esperada na data do vencimento", afirmou.

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL e do UOL e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE