PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Onde investir até R$ 50 mil? Há opções conservadoras e mais arriscadas

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/09/2021 04h00

Com até R$ 50 mil para investir, onde você aplicaria esse dinheiro? O valor pode parecer muito para uns (ou pouco para outros), mas o fato é: já é um bom valor para quem quer multiplicar esse dinheiro. No Papo com Especialista, programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio disse que, com essa grana, "você pode investir em qualquer coisa".

Veja abaixo quais são as opções de investimentos para quem tem esse valor, e assista ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Reserva de emergência é prioridade

Esperandio explicou que, se você ainda não investe em nada, o primeiro passo é montar sua reserva de emergência. E calcular isso é fácil: o recomendável é que a reserva tenha entre seis a 12 vezes o valor equivalente à média dos seus gastos mensais.

Por exemplo: se o seu gasto médio mensal for de R$ 1.000, sua reserva de emergência deve ter de R$ 6.000 a R$ 12 mil. Esse montante dá a você a segurança necessária para ter dinheiro a fim de cobrir seus gastos mensais por um período de seis meses a um ano, caso, por exemplo, você fique sem renda, eventualmente.

"Essa 'regrinha de bolso' é flexível. O importante é você se sentir confortável com o tamanho da sua reserva de emergência", afirmou Esperandio, que também é do canal Econoweek.

Os investimentos típicos para a reserva de emergência são os títulos do Tesouro Selic ou CDBs de liquidez diária que rendem ao menso 100% do CDI, segundo o economista.

Investimento a partir de R$ 1 na renda fixa

Se você já montou a sua reserva de emergência, os seus R$ 50 mil podem ser investidos em outros ativos.

Segundo Esperandio, há investimentos conservadores a partir de R$ 1, como CDB, que é um título da renda fixa privada. A partir de R$ 50, você encontra dezenas de outras aplicações, como fundos de renda fixa. Você pode ainda investir em títulos do Tesouro Direto que podem render mais do que o Tesouro Selic —é o caso do Tesouro IPCA, que paga juros acima da inflação.

Nesses casos, é importante observar se os investimentos têm proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos).

"Com R$ 50 mil, você consegue investir em praticamente tudo. Mas o importante é diversificar", afirmou Esperandio.

Vale ressaltar que as condições de investimentos citadas no vídeo são referentes ao dia 26 de agosto. As taxas podem variar de um dia para o outro.

Nem toda ação vale seu investimento

Na renda variável, você encontra ações de empresas listadas na Bolsa que custam menos de R$ 1.

"Isso não significa que você deve investir indiscriminadamente. Afinal, não é porque uma companhia tem ações na Bolsa que é sinônimo de uma boa empresa para você investir. O critério não é esse", declarou.

O economista disse, no entanto, que para quem está iniciando no mundo dos investimentos, o recomendável é não começar pela renda variável.

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL e do UOL e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE