PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Inflação nos EUA e mais 4 temas que podem mexer com a Bolsa hoje

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/10/2021 04h00

Confira no Café com Mercado, do UOL, cinco assuntos que devem movimentar a Bolsa nesta quarta-feira (13).

1) Inflação nos EUA - Nesta quarta-feira (13) será divulgado o IPC, a inflação oficial dos EUA.

O avanço da inflação vem preocupando investidores. Com o avanço dos preços, o Fed, o banco central norte-americano, precisa elevar a taxa de juros. A medida força o país a diminuir os incentivos à economia. Sem elas, a preocupação é de que os EUA não tenham força para continuar crescendo.

A alteração afeta diretamente a decisão dos investidores norte-americanos que possuem parte dos investimentos aqui também.

Isso pode causar um movimento de retirada do capital estrangeiro do país, impulsionando o aumento do dólar e pressionando a queda das ações das empresas brasileiras.

2) Juros nos EUA - Ainda na agenda dos EUA, nesta quarta-feira (13) será publicada a ata da última reunião do Fomc, órgão do Banco Central dos EUA responsável pela decisão da taxa de juros.

Os investidores temem que a taxa de juros no país volte a subir antes do esperado —o que impacta nas decisões de investimentos ao redor do mundo.

A ata traz justamente a perspectiva dos membros do Fomc sobre o assunto, e isso pode movimentar o mercado hoje.

3) Teto da dívida nos EUA - Na última quinta-feira (7), o Senado dos EUA aprovou um projeto que permite o aumento temporário do teto da dívida do país, em US$ 480 bilhões.

Antes de seguir para sanção do presidente norte-americano, Joe Biden, o projeto deve ser aprovado na Câmara dos Representantes, cuja votação estava marcada para a terça-feira (12).

A aprovação é essencial para que o país consiga cumprir com suas obrigações e evitar um calote de suas dívidas, o que poderia gerar caos no mercado financeiro e afetar a nota de bom pagador que o país tem junto às agências de risco.

Até o fechamento deste texto, a votação ainda não havia acontecido.

4) Emprego nos EUA - O relatório que mostra o número de vagas de emprego abertas no último mês nos EUA foi divulgado na terça-feira (12), enquanto a Bolsa por aqui estava fechada.

Ele serve como um termômetro da atividade econômica norte-americana e pode refletir na tomada de decisão dos investidores hoje e movimentar o mercado.

5) ICMS - O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), informou na última semana que a Casa deve votar a proposta que altera a cobrança do ICMS nesta quarta-feira (13).

O objetivo da proposta é conter o avanço dos preços dos combustíveis. Segundo Lira, a medida poderia reduzir em 8% o valor da gasolina e 3,7% o valor do óleo diesel.

Além de poder afetar as empresas do setor, como a Petrobras (PETR4), o assunto pode movimentar o mercado, pois deve trazer alívio à inflação do país, que já chegou a 10,25% nos últimos 12 meses, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira da página de Investimentos do UOL, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Investimentos e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
O teto da dívida dos EUA aumentou "em US$ 480 bilhões" e não "para US$ 480 bilhões", como informado anteriormente. O texto foi corrigido.