PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Ações da Natura sobem 5,45% após apresentação de estratégia a acionistas

Natura: ações sobem após anúncio a investidores - Bruno Rocha/Estadão Conteúdo
Natura: ações sobem após anúncio a investidores Imagem: Bruno Rocha/Estadão Conteúdo
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, de São Paulo

10/05/2022 15h15

As ações da Natura (NTCO3) subiram 5,45% até as 14h30, chegando a R$ 16,07. É a maior alta do dia. O resultado ocorre após a empresa apresentar para acionistas ontem (9), em Nova York, uma atualização da estratégia e mostrar as perspectivas da empresa.

A fabricante disse aos acionistas que a dinâmica de resultados desafiadores deve continuar no curto prazo. Mas acrescentou que as tendências são positivas para a marca Avon na América Latina e para a The Body Shop, que está trabalhando para melhorar o desempenho de lojas físicas e do comércio eletrônico.

A ideia é rejuvenescer a marca com produtos de refil e retomar o conceito de loja "Workshop", com experimentação de produtos pelos clientes e consultorias sobre autocuidado — o que foi criado antes da pandemia e pausado durante os lockdowns.

A companhia também disse que está otimista com a entrada da marca Aesop com lojas físicas na China no segundo semestre, uma vez que os chineses são a maior parte da base de clientes da marca.

Na semana passada, o balanço da Natura mostrou um desempenho fraco no primeiro trimestre deste ano. ouve prejuízo líquido 314% mais alto que no primeiro trimestre de 2021, chegando a R$ 643 milhões. A receita caiu 12,7%, para R$ 8,3 bilhões. Com isso, as ações chegaram a cair mais de 3,5%.

E vale a pena comprar as ações?

Leia abaixo a análise de especialistas voltada a assinantes:

Em relatório, o banco BTG apontou que não houve novidades no "Investor Day", nome do evento realizado em Nova York, mas há oportunidades.

"No geral, embora o Investor Day não tenha trazido grandes anúncios, apreciamos os sinais positivos da digitalização e vemos oportunidades de vendas cruzadas e redução de custos por meio da integração da Avon, o que poderia gerar valor", afirma o BTG, em relatório. O banco aposta em compra, com preço alvo em R$ 70.

A Messem, empresa de agentes autônomos de investimentos, mantém a recomendação de compra. Afirma que a empresa reestruturará a Avon com sucesso, embora no curto prazo o cenário ainda seja ruim.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.