PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Carros voadores da Embraer fazem ações da empresa decolarem; vale investir?

Carro voador da nova startup da Embraer, a Eve - Divulgação/Embraer
Carro voador da nova startup da Embraer, a Eve Imagem: Divulgação/Embraer
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São

12/05/2022 14h23

Após abrir o capital na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse) da sua startup de carros voadores elétricos, a fabricante brasileira de aviões Embraer (EMBR3) opera em alta nesta quinta-feira (12). Por volta das 14h (horário de Brasília), as ações da empresa subiam 3,32%, cotadas a R$ 13,40 cada.

Batizada de Eve, a nova companhia começou a ser negociada na Nyse na última terça-feira (10). É resultado de uma fusão entre a Embraer e a americana Zanite Acquisition. Sua proposta é resolver dois problemas: o trânsito das grandes cidades e a necessidade de reduzir as emissões de gás carbônico na atmosfera.

Com a novidade, é de se esperar maiores valorizações das ações da Embraer na Bolsa? É o momento de comprar mais papéis da empresa? Veja abaixo o que dizem os analistas consultados pelo UOL.

Em relatório, o Goldman Sachs disse que a Embraer deve "se sair bem em breve", pois a atual frota americana de aviões de 50 a 70 lugares está envelhecendo e 650 aeronaves precisam ser substituídas.

A administração da Embraer afirmou que um terço de seus clientes é formado por novos compradores, o que é positivo para a fabricante, segundo o banco americano.

No final de abril, a fabricante de aviões declarou um prejuízo líquido de R$ 428 milhões no primeiro trimestre de 2022 — uma perda 65% menor que no mesmo período do ano anterior. O que ajudou a empresa foi o volume maior de entrega de jatos comerciais e executivos.

É recomendado comprar a ação da Embraer?

Para a XP Investimentos, sim. A instituição espera que a Embraer agora engate uma recuperação e por isso aposta em valorização da ação EMBR3, com preço-alvo de R$ 27,30.

O BTG também recomenda que investidores comprem o papel e declara que o preço pode chegar até R$ 26. O Goldman Sachs também sugere a compra.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.