PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Gol tem alta após governo vetar volta do despacho grátis de bagagem em voos

Gol se recupera após tombo na segunda - Divulgação
Gol se recupera após tombo na segunda Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/06/2022 15h26

Com alta de 6,81%, as ações da companhia área Gol (GOLL4) são um dos destaques desta quarta-feira (15), cotadas a R$ 10,20 às 15h20. O papel se recupera de um tombo de mais de 14% no pregão de segunda-feira (13)

"As ações mostram recuperação, apoiadas pela queda do petróleo no exterior e reagindo ao veto presidencial à gratuidade de despachos de bagagens em voos simples", diz Regis Chinchila, analista da Terra Investimentos.

Ontem, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), vetou o projeto que permitia o despacho gratuito de bagagens em voos nacionais e internacionais que saem do Brasil.

"Na prática, a proposição aumentaria os custos dos serviços aéreos e o risco regulatório, o que reduziria a atratividade do mercado brasileiro a potenciais novos competidores e contribuiria para a elevação dos preços das passagens aéreas. Em síntese, a regra teria o efeito contrário ao desejado pelo legislador", comentou o Ministério da Infraestrutura, por meio de nota.

E vale a pena comprar Gol?

O banco BTG diz que sim, principalmente em virtude da criação de uma holding com a Avianca, da Colômbia. O Grupo Abra, que vai controlar as duas empresas, ainda precisa ser aprovado pelos órgãos reguladores. Mas as sinergias devem ajudar as empresas a reduzirem seus custos em um momento em que o setor sofre com a ressaca da crise da covid-19 e com a alta do preço do combustível.

O preço alvo do BTG é de R$ 31.

Mas a XP acha melhor ficar de fora. A recomendação é neutra.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.