PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Vou comprar carro em 3 anos ou mais; como proteger o dinheiro da inflação?

Veja onde aplicar o dinheiro para fugir da inflação e conseguir comprar o seu carro em três anos ou mais - Getty Images/iStockphoto/everydayplus
Veja onde aplicar o dinheiro para fugir da inflação e conseguir comprar o seu carro em três anos ou mais Imagem: Getty Images/iStockphoto/everydayplus
Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/06/2022 04h00

Para investir no médio prazo com o objetivo de comprar o tão sonhado carro novo, onde você deve aplicar o seu dinheiro para não ter a grana corroída pela inflação do período? No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, a planejadora financeira e investidora Viviane Ferreira diz que os títulos híbridos são uma boa opção para prazos acima de quatro anos. Ela mostra quais são.

Leia a explicação dela e assista abaixo ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido quinzenalmente, às quintas-feiras, das 15h às 16h.

Títulos híbridos para prazo acima de 4 anos

Viviane diz que, para investimentos no prazo de três a quatro anos, a recomendação é aplicar o seu dinheiro em títulos mais conservadores e seguros, como CDB.

"Dentro do prazo de vencimento de três anos ou mais, você encontra CDBs com rentabilidade melhor, porque você não vai precisar de liquidez e pode deixar o dinheiro por mais tempo", diz. Segundo ela, é possível encontrar CDBs que pagam acima de 100% do CDI.

Para prazos maiores, acima de quatro anos, é recomendável investir em títulos híbridos, vinculados ao IPCA. São os títulos do Tesouro IPCA+. "Esse tipo de título vai pagar a inflação do período mais um prêmio com valor fixo", diz.

Na plataforma do Tesouro Direto, você encontra o Tesouro IPCA+ 2026 (quatro anos): está pagando a inflação mais um bônus fixo de 5,54% ao ano.

"Isso significa que, se você investir nesse título, ele vai render todo ano a inflação mais 5,54% ao ano. Se a inflação for 10%, ele vai render 10% mais 5,54% ao ano; se a inflação por 5%, ele vai render 5% mais 5,54% ao ano. Então, ele vai proteger o seu dinheiro", declara.

Portanto, diz a planejadora financeira, esse tipo de título estará sempre rendendo a inflação mais o bônus contratado.

O Tesouro Direito tem outros títulos do Tesouro IPCA+ com prazos mais longos disponíveis: 2035 e 2045. "Os títulos de IPCA+ são indicados para prazos maiores."

Vale ressaltar que as condições de investimentos citadas aqui são referentes ao dia 2 de junho. As taxas podem variar de um dia para o outro.

Vender antes do prazo pode trazer perdas

Viviane diz que é possível vender o título antes do prazo de vencimento, mas isso pode ocasionar em prejuízo.

Isso porque o título está sujeito à marcação a mercado, pois há muita oscilação. Se o mercado não estiver favorável a esse título, é possível que você venda com perdas.
Viviane Ferreira, planejadora financeira e investidora

No entanto, diz ela, se você ficar até o vencimento, vai receber a rentabilidade combinada. "Esse é o compromisso que o governo fez com você quando comprou esse título. Essa rentabilidade está contratada", afirma.

Papo com Especialista é quinzenal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, quinzenalmente, das 15h às 16h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Rafael Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.