PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Ações da Petrobras em queda: o que saber antes de investir

Combustíveis: ruído econômico continua afetando ações da Petrobras - ADRIANO MACHADO/REUTERS
Combustíveis: ruído econômico continua afetando ações da Petrobras Imagem: ADRIANO MACHADO/REUTERS
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/06/2022 15h50

Um dia após o presidente da Petrobras (PETR3 e PETR4), José Mauro Coelho, ter pedido demissão em razão de pressões políticas feitas pelo governo, as ações estão sendo negociadas em queda. A PETR3 fechou o dia de hoje em baixa de 1,06%, caindo para R$ 29,87 e a PETR4 desvalorizou 1,99% no dia, para R$ 27,07.

Agora, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) e os partidos que apoiam o presidente Jair Bolsonaro se mobilizam para conseguir assinaturas suficientes para abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar "supostas irregularidades no processo de definição dos preços de combustíveis" pela Petrobras. E o que fazer com as ações?

"Essa última alta dos combustíveis despertou a ira do Congresso e, se tem uma coisa que Brasília sabe, é atrapalhar a vida de alguém", diz o analista da Messen Investimentos, William Teixeira.

Para a Miare Asset, a empresa ainda é uma boa compra. "Já tivemos vários eventos com as ações da Petrobras nos últimos anos. Num primeiro momento caem forte de preço e ao longo do tempo sempre se recuperam", diz Pedro Galdi, analista da Mirae Asset.

Para ele, o investidor que assume ter ações da Petrobras tem que ter em mente o retorno no médio ou longo prazo.

Mas a Eleven Investimentos classifica a ação como neutra: melhor não vender, nem comprar. "Acreditamos que ruídos de interferência governamental na estatal continuem prejudicando a performance da ação, com um cenário de muita incerteza sobre o grau de arrefecimento das principais economias mundiais, que está ocasionando a queda do preço do petróleo", publicou a casa de análises, sobre a Petrobras, em documento para investidores.

Para quem quer investir em petróleo sem o risco e as oscilações que o cenário político provocam, a Eleven recomenda a PetroRecôncavo (RECV3). A companhia firmou contrato com a Bahia gás para compra e venda de gás natural. O preço e o volume do contrato gás não foram informados.

"O anúncio está em linha com a estratégia da companhia de rentabilizar seus ativos de gás, o que vem fazendo com sucesso", publicou a Eleven.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.