Bolsas

Câmbio

Petróleo encerra com forte alta à espera de redução da oferta

Nova York, 12 Fev 2016 (AFP) - O petróleo encerrou com forte alta de mais de US$ 3, nesta sexta-feira, ao fim de uma semana catastrófica, animado por novas especulações sobre uma redução da produção.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para março, que acumulava perda de US$ 4 desde segunda-feira, recuperou US$ 3,23 e fechou a US$ 29,44.

No mercado de Londres, o barril de Brent para abril aumentou US$ 3,30, a US$ 33,36.

"Notícias chegadas dos Emirados Árabes Unidos reavivaram os rumores de um eventual acordo (para reduzir o excesso de oferta), e o mercado voltou a se tonificar", declarou o analista Bart Melek, da TD Securities.

O Wall Street Journal noticiou que, segundo o ministro árabe da Energia, "todo o mundo está disposto a colaborar" na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). O comentário fez ressurgir a esperança de que o cartel chegue a um acordo sobre reduzir a produção.

"Que tenham sido os Emirados com esse propósito, e não um país como a Venezuela, dá mais peso a essa informação", disse Phil Flynn, da Price Futures Group.

"Há apenas um mês, os Emirados diziam que não fariam qualquer concessão", lembrou.

Na Opep, os Emirados são muito próximos da Arábia Saudita, membro dominante do cartel. Já Riad marginaliza outros sócios, como a Venezuela, ou países africanos e, especialmente, o Irã, no momento em que Teerã caminha para voltar livremente aos mercados.

Apesar desse comentário dos Emirados Árabes, muitos operadores do mercado mantêm prudência. No mês passado, houve versões sobre uma possível negociação entre Rússia e a Opep para baixar a produção, mas isso não chegou a se concretizar.

"Há semanas, o mercado passa por experiências desse tipo", disse Tim Evans, do Citi.

"Isso, por um lado, leva os investidores a serem céticos sobre a possível diminuição da produção e, por outro, leva a reagir de forma mais agressiva diante de cada manchete que aparece", completou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos