PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Economistas não preveem mais de dois aumento dos juros nos EUA em 2016

07/03/2016 14h56

Washington, 7 Mar 2016 (AFP) - A maioria dos economistas nos Estados Unidos não espera mais que dois aumentos nas taxas básicas de juros em 2016 por parte do Federal Reserve (Fed), segundo pesquisa realizada pela Associação Nacional para a Economia Empresarial (NABE) publicada nesta segunda-feira.

De acordo com a pesquisa da NABE, realizada entre 252 economistas da comunidade empresarial, um grupo equivalente a 39% acredita que o Fed (banco central) elevará as taxas duas vezes este ano.

Isso é muito menos do que haviam sugerido os próprios membros do Fed em dezembro passado. Su projeção média situava as taxas básicas em 1,4% no final do ano, depois de ter aumentado 0,25%, situando-se em 0,50%.

Dos entrevistados, 24% acreditam que as taxas serão aumentadas uma vez, enquanto que 9% acham que ficarão congeladas.

Uma minoria de 16% acha que o Fed poderá aumentar as taxas três vezes.

Os que acham que o Fed poderá recorrer a taxas negativas, como seus colegas japoneses, são apenas 3%.

Em termos numéricos, 64% dos economistas não veem a taxa acima de 1% no final do ano.

O Comitê de Política Monetária do Federal Reserve se reúne nos próximos 15 e 16 de março.