PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Petróleo fecha a US$ 37,90, nível mais alto desde início de 2016

07/03/2016 18h53

Nova York, 7 Mar 2016 (AFP) - Os preços do petróleo voltaram a subir nesta segunda-feira, em Nova York, alcançando seu nível mais alto desde o início do ano, graças ao otimismo quanto à redução da oferta e à manutenção da demanda.

O valor do barril do "light sweet crude" (WTI) para entrega em abril ganhou US$ 1,98, a US$ 37,90 no New York Mercantile Exchange (Nymex). A commodity foi impulsionada pela esperança de reequilíbrio diante de um mercado atualmente em queda pelos excedentes.

Em Londres, o Brent do Mar do Norte para entrega em maio avançou US$ 2,12, chegando a US$ 40,84 - o mais alto nível desde o começo de dezembro.

"Apesar de as reservas continuarem aumentando, o mercado espera ver uma redução da produção nos EUA, que pode, inclusive, ser muito maior do que a que qualquer um poderia esperar, dado o número de poços" em atividade, comentou Bart Melek, de TD Securities.

O número de poços de petróleo ativos é o mais baixo desde dezembro de 2009.

Com a perspectiva de uma moderação da oferta mundial, as declarações dadas hoje pelo ministro da Energia dos Emirados Árabes Unidos (EAU) também foram promissoras.

"O preço atual (do barril) está levando todo o mundo a congelar a produção, e acho que este congelamento é eficaz neste momento", disse o ministro Suhail Al-Mazrui, em Abu Dabi.

Para Melek, o mercado especula que, "depois que a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) se assegurar de que os pequenos produtores não voltarão ao mercado devido às dificuldades financeiras, pode haver um acordo na Opep para fortalecer o mercado ainda mais".