Bolsas

Câmbio

Economia do Chile cresce 2,1% em março

Santiago, 5 Mai 2016 (AFP) - A economia chilena cresceu 2,1% em março em relação ao mesmo período do ano passado. O crescimento, pouco abaixo do esperado, foi impulsionado pelos serviços, informou nessa quinta-feira o Banco Central do país.

Ao entregar seu Índice de Atividade Mensal (Imacec) -que antecipa o posterior cálculo do Produto Interno Bruto (PIB)- o Banco Central informou que em março a economia local cresceu 2,1% (dados corrigidos) em relação ao ano passado.

"No resultado incidiu, principalmente, o crescimento das atividades de serviços", explicou o BC.

O dado mensal ficou um pouco abaixo do esperado pelo mercado, que tinha previsto uma expansão de 2,2%. Para o governo, o indicador mostra que a economia local está se acelerando".

O Banco Central chileno rebaixou recentemente sua projeção de crescimento da economia chilena, da faixa de 2-3% para 1,25-2,25% por causa da deterioração do cenário internacional.

Em 2015, a economia chilena cresceu 2,1%, percentual maior do que o estimado inicialmente e acima da expansão de 2014, de 1,9%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos