Coreia do Sul multará Nissan por falsificar medição de emissões de carros diesel

Seul, 16 Mai 2016 (AFP) - A Coreia do Sul anunciou que imporá multas à Nissan pela falsificação de dados de emissões de um popular carro a diesel do fabricante japonês, uma decisão que amplifica os escândalos que envolvem a Volkswagen e a Mitsubishi.

"Nossa investigação (...) chegou à conclusão de que a Nissan manipulou ilegalmente dados de emissões", indicou o ministério sul-coreano do Meio Ambiente em um comunicado.

O governo indicou que ordenará o retorno à fábrica de centenas de exemplares do carro utilitário esportivo (SUV) Qashqai, equipados com sistemas que falsificam a medição das emissões poluentes.

A multa será de 330 milhões de won (280.000 dólares), disse o ministério.

Este caso se soma a outros que atingiram em cheio o setor.

O fabricante alemão Volkswagen admitiu no ano passado ter colocado um dispositivo de falsificação de dados nos motores de 11 milhões de veículos, um escândalo que já gerou perdas milionárias e cujos custos finais ainda não podem ser estimados.

O japonês Mitsubishi reconheceu no mês passado, por sua vez, ter utilizado desde 1991 um método inadequado para os testes de medição de eficiência energética de seus veículos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos