Bolsas

Câmbio

UE amplia sanções contra Coreia do Norte

Bruxelas, 19 Mai 2016 (AFP) - A União Europeia (UE) acrescentou 18 pessoas e uma entidade à lista de pessoas e organização da Coreia do Norte sujeitas a sanções, em resposta ao recente teste nuclear e ao disparo de um míssil balístico.

Essa decisão eleva para 66 a quantidade de norte-coreanos sancionados pela UE e para 42 as entidades governamentais, informou o Conselho Europeu, que representa os Estados membros da UE, em um comunicado.

A inscrição nesta lista negra supõe que os recursos dessas pessoas e entidades serão congelados na UE e que elas não poderão obter visto para entrar no bloco europeu.

As pessoas da lista "são principalmente militares de alto escalão implicados em instituições-chave partícipes do apoio ou da promoção dos programas da República Popular e Democrática da Coreia vinculados ao (programa) nuclear, aos mísseis balísticos e a outras armas de destruição em massa", diz o comunicado.

A decisão entrará em vigor na sexta-feira, e completa o regime de sanções imposto pela UE desde 2006 após várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU contra Pyongyang.

agr-pa/jz/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos