Bolsas

Câmbio

Banco mais antigo da Suíça está envolvido em escândalo de corrupção na Malásia

Genebra, 24 Mai 2016 (AFP) - As autoridades suíças ordenaram o fechamento em um ano do banco mais antigo da Suíça, o BSI. Fundado em 1873 e com sede em Lugano (sul da Suíça), o banco será fechado por seu envolvimento em um grande escândalo de corrupção na Malásia.

A sociedade pública 1MDB (1Malaysia Development Berhad), criada em 2009 com a chegada ao poder do primeiro-ministro Najib Razak para modernizar o país, é suspeita de corrupção há aproximadamente um ano.

O escândalo, que envolve o primeiro-ministro malásio, aponta um desvio de 4 bilhões de dólares. Uma parte da quantia foi encontrada em contas bancárias suíças congeladas.

A Autoridade Federal de Vigilância dos Mercados Financeiros na Suíça (FINMA) denunciou nesta terça-feira o "comportamento errôneo particularmente grave" do BSI (Banca Svizzera Italiana), acusando-o de "graves falhas em matéria de combate à lavagem de dinheiro".

A FINMA, consequentemente, "autoriza a aquisição integral do BSI pelo EFG International", uma operação anunciada no início de fevereiro, com a "condição de que o BSI seja interamente integrado e dissolvido em doze meses".

A FINMA abriu processos contra dois antigos funcionários do banco, e ordenou o confisco de 95 milhões de francos suíços (86 milhões de euros) do BSI, que correspondem a lucros "gerados ilegalmente".

apo-burs/mnb/ros/bc/mb/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos