FMI diz não estar pronto para aportar fundos para a Grécia

Washington, 25 Mai 2016 (AFP) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou nesta quarta-feira que não está pronto para enviar fundos ao programa de ajuda à Grécia e argumentou que antes deve ser resolvido o alívio da dívida do país.

Após um acordo entre Grécia e União Europeia sobre o desembolso de mais uma parcela do plano de resgate, um alto funcionário do FMI disse esperar que os credores europeus encontrem uma maneira de reduzir a dívida grega para que a instituição possa se juntar ao resgate antes do final de ano.

"A Grécia está em uma situação em que precisa de um desembolso que certamente gostaríamos de conceder", disse o funcionário, pedindo para ter sua identidade preservada.

"Não cederemos (os recursos), pois precisamos de garantias adequadas sobre o alívio da dívida antes de embarcarmos... e desejamos estar ali", explicou o funcionário.

Os credores da União Europeia têm insistido que o FMI aporte fundos no plano de resgate da Grécia.

O FMI, entretanto, insiste que os credores devem antes tomar medidas que aliviem a dívida grega.

O funcionário do FMI disse que o acordo alcançado em Bruxelas não basta para que a entidade se some ao envio de fundos a Atenas.

"Não estamos em uma situação em que o FMI pode dizer que estamos prontos para avançar", disse. "Mas vendo o que obtivemos dos europeus, vendo com o que se comprometeram, esperamos que podamos chegar a esse ponto até o final do ano", acrescentou.

pmmh/vs/gm /ja/cc/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos