PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Petróleo fecha em alta após divulgação de queda das reservas nos EUA

25/05/2016 17h40

Nova York, 25 Mai 2016 (AFP) - O petróleo fechou nesta quarta-feira com o maior valor em sete meses após o anúncio de um redução das reservas e na produção da matéria-prima nos Estados Unidos.

Em Nova York, o barril de "light sweet crude" (WTI) para julho subiu 94 centavos, a 49,56 dólares, um valor jamais alcançado em sete meses.

Em Londres, o barril de Brent, também para julho, aumentou 1,13 dólar, a 49,74 dólares, e também alcançou o maior valor do ano.

"Tomamos conhecimento de uma grande queda dos estoques de petróleo dos Estados Unidos e isso estimulou o aumento dos preços", disse Matt Smith, da ClipperData.

O Departamento de Energia informou nesta quarta-feira que reservas de petróleo dos Estados Unidos diminuíram mais do que o previsto na semana passada.

Na semana encerrada em 20 de maio, os estoques de petróleo caíram em 4,2 milhões de barris a 537,1 milhões. Analistas consultados pela agência Bloomberg esperavam uma redução de apenas dois milhões de barris.

As reservas de gasolina aumentaram em 2 milhões de barris. A Bloomberg se esperava uma queda de 1,5 milhão e a API um aumento de 3,6 milhões.

Os estoques de destilados recuaram 1,3 milhão de barris. Os analistas esperavam uma redução de um milhão e a API, de 2,9 milhões.

O Departamento de Energia também informou que a produção está na décima primeira semana consecutiva de queda: caiu 24.000 barris por dia, a 8,767 milhões de barris diários.

jdy/vmt/LyS/gm /ja/cc