Bolsas

Câmbio

Petróleo fecha em baixa, apesar da queda nos estoques dos EUA

Nova York, 15 Jun 2016 (AFP) - O petróleo fechou em baixa pela quinta sessão consecutiva, sem que a nova queda dos estoques americanos estimulasse a perspectiva de um equilíbrio entre oferta e demanda.

O barril de referência WTI para entrega em julho caiu 48 centavos, a 48,01 dólares, no mercado de Nova York, depois de uma rápida passagem à alta.

Em Londres, o barril de Brent para agosto caiu 86 centavos a 48,97 dólares.

Os estoques de petróleo caíram menos do que o previsto na semana passada nos Estados Unidos, segundo dados publicados nesta quarta-feira pelo Departamento de Energia.

Na semana encerrada em 10 de junho, as reservas comerciais de petróleo recuaram em 900.000 barris, a 531,5 milhões de barris.

Analistas consultados pela Bloomberg esperavam uma queda de 2,325 milhões.

A organização profissional American Petroleum Institute (API) previu um aumento de 1,1 milhão de barris.

Os estoques de gasolina caíram em 2,6 milhões de barris. Analistas consultados pela Bloomberg esperavam uma queda de descenso de 175.000 barris e a API, uma alta de 2,2 milhões.

Os estoques de destilados aumentaram 800.000 barris. A Bloomberg não esperava mudanças e a API previu aumento de 3,7 milhões de barris.

A produção, que na semana passada interrompeu três meses de queda, voltou a cair, com uma redução de 20.000 barris por dia, a 8,716 milhões de barris diários.

"Os dados dos Estados Unidos sobre seus inventários foram incontestavelmente melhores que as estimadas pela API, mas não muda muito as coisas porque ainda há muito petróleo no mercado", disse Bob Yawger, da Mizuho Securities.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos