Bolsas

Câmbio

Déficit comercial americano aumenta mais que o previsto em maio

Washington, 6 Jul 2016 (AFP) - O déficit comercial dos Estados Unidos aumentou mais que o previsto em maio, principalmente por efeito de um recuo das exportações, de acordo com os dados publicados nesta quarta-feira pelo Departamento do Comércio.

O déficit registrou alta de 10,1% no mês para alcançar 41,1 bilhões de dólares, em números corrigidos de variações sazonais. Os analistas esperavam um aumento limitado de 7%. Este foi o maior avanço desde julho de 2015.

O desempenho ruim, que pesará sobre os números do crescimento americano, foi motivado pelo retrocesso das exportações (-0,2% a 182,4 bilhões de dólares), aos quais se adiciona o aumento das importações (+1,6%, 223,5 bilhões de dólares).

Em maio, as vendas ao exterior de produtos americanos caíram principalmente nos setores da aviação civil (-7,5%), automóveis (-2,3%) e bens de consumo (-1,9%), segundo o Departamento do Comércio.

No mesmo mês, as importações prosseguiram em alta, principalmente as de materiais industriais (+7,1) e telefones celulares (+2,9%), indicou o Departamento, destacando que a compra de serviços no exterior alcançou um nível sem precedentes de 41,4 bilhões de dólares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos