Bolívia: Petrobras e YPFB investirão US$ 1,2 bilhão em campos de gás

La Paz, 7 Nov 2016 (AFP) - As petroleiras estatais YPFB da Bolívia e Petrobras do Brasil assinaram nesta segunda-feira (7) acordos para investir 1,2 bilhão de dólares em dois megacampos de gás natural no sudeste boliviano.

"Hoje, visualizamos um investimento importante de 1,2 bilhão de dólares para pôr em atividade esses dois campos de San Telmo e Astillero", afirmou o ministro boliviano de Hidrocarbonetos, Luis Alberto Sánchez, durante a assinatura do acordo, que contou com a participação do presidente Evo Morales.

Assinado na boliviana Santa Cruz (leste), o acordo permitirá explorar os dois megacampos que, se der resultados positivos, terão potencial de 4 trilhões de pés cúbicos de gás natural, de acordo com o ministro.

O desenvolvimento dos dois reservatórios "permitirá assegurar o mercado de gás, depois de 2019", quando se conclui o contrato entre os dois países, assinado em 1989, e que permitiu uma média de exportação de 30 milhões de metros cúbicos diários de gás natural, principalmente para o mercado de São Paulo.

Ambos os países manifestaram em diferentes oportunidades a vontade de renovar o acordo de compra e venda, embora a Bolívia precise desenvolver mais campos a fim de garantir o volume de produção.

No evento de assinatura, Morales afirmou que deverá ser traçada com o Brasil uma agenda de integração ferroviária, depois do acordo com o Peru para desenvolver uma linha ferroviária que una os oceanos Pacífico e Atlântico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos