Bolsas

Câmbio

Cepal: investimento em infraestrutura na América Latina não cobre necessidades

Santiago, 8 Nov 2016 (AFP) - O investimento em infraestrutura na América Latina atingiu 2,2% do PIB anual, cifra insuficiente para cobrir as necessidades da região, alertou nesta terça-feira a Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal).

A Cepal indicou que o percentual adequado de investimento deveria ficar entre 5,4% e 8,6% do PIB da América Latina e fez um pedido urgente para "aumentar o baixo investimento" em infraestrutura, durante um fórum na sede do organismo em Santiago.

Para 2016, a Cepal estima que o PIB da América Latina cairá entre 0,5% e -1% devido às fracas perspectivas de crescimento mundial, os baixos preços das matérias-primas e as dificuldades para conseguir financiamento.

Diante disso, Alicia Bárcena, secretária-executiva da Cepal exortou os países da região a realizar um aumento de investimentos, buscando "a sustentabilidade econômica, social, ambiental e institucional dos serviços de infraestrutura".

Ela pediu ainda uma "mudança de paradigma" no uso dos recursos naturais e a infraestrutura de transporte, energia, água e telecomunicações, a fim de mudar a matriz produtiva da América Latina que, na sua opinião, "é o reflexo da desigualdade em nossa região".

O fórum, que discute sobre recursos naturais e infraestrutura, convoca ministros e vice-ministros de 21 países da América Latina e terminará na sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos