Bolsas

Câmbio

Vice do Fed defende estímulos econômicos como prometido por Trump

Washington, 11 Nov 2016 (AFP) - O vice-presidente do Federal Reserve (banco central americano), Stanley Fischer, reiterou nesta sexta-feira o pedido de propagação dos estímulos fiscais, que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu em sua campanha eleitoral.

No primeiro comentário proferido pelo Fed desde a inesperada vitória de Trump, Fischer disse que "será útil aplicar uma política fiscal mais expansiva".

Os estímulos à economia "facilitarão a tarefa da política monetária", disse Fischer ao participar on-line de Washington de uma conferência de bancos centrais em Santiago de Chile.

Membros do Fed lamentaram a falta de políticas fiscais de apoio à economia. Indicaram que confiaram muito na estratégia de que apenas com a política monetária é possível fortalecer o crescimento.

Fischer disse que "há mais de uma ferramenta", como a política fiscal, à qual se poderia recorrer atualmente. "Temos que ver o que acontece", disse.

Durante a campanha, Trump criticou muito o Fed, prometendo fomentar o crescimento econômico e criar empregos através de uma grande programa de obras de infraestrutura.

No entanto, economistas advertem que as obras de infraestrutura demoram muito tempo para serem implementadas e darem lucro econômico.

Em seu discurso, Fischer também disse que o Fed espera que a economia dos Estados Unidos continue se recuperando e que há uma margem "bastante forte" para aumentar as taxas de juros gradualmente embora continuem relativamente baixas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos