Bolsas

Câmbio

Ministro da Economia é preso por acusação de suborno na Rússia

Moscou, 15 Nov 2016 (AFP) - O Comitê de Investigação da Rússia anunciou, nesta terça-feira (14), a detenção do ministro da Economia, Alexey Ulyukayev, suspeito de aceitar suborno para aprovar uma operação, na qual a petroleira estatal Rosneft adquiriu maioria do controle da companhia energética Bashneft no mês passado.

Ele teria recebido US$ 2 milhões.

Em nota, o comitê informou que Ulyukayev foi detido no âmbito da investigação por um esquema de corrupção de largas proporções. Se for considerado culpado, pode enfrentar uma pena entre oito e 15 anos de prisão.

A investigação foi realizada pelo Serviço Federal de Segurança russo (FSB, sucessor da extinta KGB).

A porta-voz do Comitê de Investigação do Ministério Público russo, Svetlana Petrenko, disse à agência de notícias russa RIA Novosti que, contra o ministro, há suspeitas de que ele tenha cometido extorsão para pedir suborno a executivos da companhia Rosneft, além de fazer ameaças.

"Uliukáyev foi flagrado com a mão na massa", completou.

O ministro acusado está no cargo desde 2013.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos