Secretário da Opep discute no Equador plano para estabilizar os preços

Quito, 17 Nov 2016 (AFP) - O secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo, fez nesta quinta-feira uma visita relâmpago a Quito para informar ao presidente equatoriano, Rafael Correa, sobre medidas para estabilizar o preço do petróleo.

"Vim dar (a Correa) um breve resumo das extensas consultas que mantivemos com diversos países produtores, a fim de conseguir a recuperação da cotação do petróleo", disse Barkindo à imprensa através de uma tradutora.

Após o encontro com o presidente, o secretário da Opep - que chegou da Venezuela - contou que seu périplo o levará ainda nesta quinta a Teerã e para uma reunião do cartel no dia 30 de novembro em Viena.

A Opep que cortar sua produção a um nível de entre 32,5 e 33 milhões de barris por dia e chegar a um acordo com outros grandes exportadores não membros, começando pela Rússia, maior produtor mundial.

Moscou se manifestou a favor deste pacto para relançar os preços, que despencaram pelo excesso de oferta desde de 2014.

O chanceler equatoriano, Guillaume Long, disse que Barkindo "está se assegurando, através dessas viagens por todos os países-membros (da OPEP) de que essa reunião em Viena, será um sucesso".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos