Bolsas

Câmbio

Petróleo fecha em clara alta em NY, a US$ 50,84

Nova York, 8 dez 2016 (AFP) - O petróleo terminou em clara alta nesta quinta-feira (8) em Nova York, recuperando-se da queda da véspera e antes de uma reunião entre produtores - membros e não membros - da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O preço do barril do "light sweet crude" (WTI) para entrega em janeiro ganhou US$ 1,07, a US$ 50,84, no New York Mercantile Exchange (Nymex).

O humor do mercado petroleiro voltou a mudar, com uma onda de otimismo antes da reunião com os países não membros da Opep neste fim de semana, explicou Matt Smith, de ClipperData, em uma nota.

Depois de obter um acordo em 30 de novembro para reduzir sua própria produção, a Opep busca agora convencer seus aliados a se comprometer com reduzir sua produção em 600 mil barris. A reunião acontece nesta sábado, em Viena.

Durante a sessão, "o petróleo se fortaleceu depois de comentários que indicavam que a reunião seria adiada, seguidos de outras declarações, apontando que aconteceria", indicou Bill Baruch, da iiTrader.

Os analistas mantêm cautela sobre as probabilidades de sucesso das discussões.

Um dos três principais produtores da Opep, a Rússia declarou sua disposição de realizar metade do esforço solicitado pelo cartel, reduzindo sua produção em 300.000 barris. Atualmente, bombeia a níveis recordes.

"Uma cooperação mais estreita entre produtores petroleiros parece pouco provável para nós, dado que a Opep e a Rússia limitaram seus meios de pressão, acertando suas políticas", considerou Tim Evans, do Citi.

Outro fator destacado pelos analistas do Commerzbank para explicar a alta dos preços desta quinta foi o aumento das importações chinesas de cru em novembro.

"Depois de baixar em outubro por causa de problemas de refino, as importações de cru aumentaram em novembro, em 840.000 barris diários, em relação ao mês anterior", afirma a nota do banco Barclays sobre as importações chinesas de petróleo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos